Prefeitura vai premiar 100 blocos de Carnaval em São Paulo com R$ 25 mil cada

Carnaval de Rua de São Paulo. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Carnaval de Rua de São Paulo. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A Prefeitura lançou o concurso Prêmio Blocos de Carnaval de Rua Para a Cidade de São Paulo, que vai contemplar 100 blocos com R$ 25 mil cada. A premiação total é de R$ 2,5 milhões.

O edital visa apoiar e fortalecer os blocos de rua, além de reconhecer seu valor histórico e sua contribuição à consolidação da cultura do Carnaval paulistano.

As inscrições já estão abertas e devem ser submetidas até as 23h59 de 12 de janeiro de 2024, por meio da plataforma CAPAC clicando aqui. O edital completo está disponível no link 

Entre os pré-requisitos, está a exigência de que o bloco tenha pelo menos dois anos de experiência no carnaval de rua da cidade de São Paulo. Os candidatos podem se inscrever como Pessoa Jurídica ou o representante do bloco como Pessoa Física.

Os proponentes devem ficar atentos às tributações que incidem sob o prêmio, que são diferentes para Pessoa Física e Pessoa Jurídica. O prêmio será pago em parcela única, já descontada a tributação. A previsão de pagamento é até o final de fevereiro.

“Trata-se de um reconhecimento pela importância, pela contribuição cultural e econômica desses blocos para a nossa cidade. Faz parte da nossa política de estar sempre fortalecendo o Carnaval de Rua”, afirmou a secretária municipal de Cultura, Aline Torres.

O concurso eleva o nível cultural, profissional, social e econômico do Carnaval de rua ao promovê-lo como instrumento de trabalho e empreendedorismo e é mais uma forma de descentralizar e democratizar o acesso aos recursos públicos e apoiar a continuidade do Carnaval na cidade de São Paulo. Serão classificados os projetos com nota final superior a 50 pontos. Os critérios para a escolha são os seguintes:

– Relevância do histórico de ações, atividades e projetos de artistas, coletivos, grupos artístico-culturais e produtores independentes a serem comprovadas a partir do portfólio apresentado: até 35 pontos

– Abrangência de atuação territorial e, junto, a diversidade socioeconômica, etnia, gênero, deficiência, faixa etária, entre outros: até 25 pontos

– Benefício à população da cidade, considerada a oferta de atividades ou ações que os projetos contemplarem para gerar benefícios para as comunidades envolvidas: até 20 pontos;

– Dificuldade de sustentação econômica junto ao mercado cultural: entende-se por dificuldade de sustentação econômica projetos culturais que possuem adversidade de captação de recurso junto a fontes econômicas públicas e privadas além de possuir projetos de baixo interesse comercial: até 20 pontos.

Leia também:

+ Confira a ordem dos desfiles de 2024

+ Confira informações sobre a venda de ingressos para o Carnaval de SP 2024

Comentários

 




    gl