O que falta para a Gaviões da Fiel voltar a ser campeã? Ernesto Teixeira cita falta de organização

Ernesto Teixeira. Foto: SRzd – Fausto D’Império

Detentora de quatro títulos no Carnaval paulistano, a Gaviões da Fiel vai completar 19 anos sem comemorar um campeonato em 2022.

Na terceira e ultima parte da entrevista especial concedida ao SRzd, o intérprete da escola, Ernesto Teixeira opinou sobre o que falta para o troféu voltar para o Bom Retiro (bairro sede da agremiação).

“Ao longo desses anos todos, sempre fizemos bons desfiles, que agradaram o público e a crônica, mas realmente faltou algo. O Carnaval se profissionalizou de tal forma que o jurado se apega no décimo, no detalhe do detalhe, e nós sempre estamos no foco, pela grandeza da nossa torcida. O que falta é um pouco mais de organização interna, concluir o projeto do começo ao fim, de maneira que os quesitos saiam fechados de dentro da quadra e que no desfile apenas apresentemos o que foi ensaiado durante o ano, com fantasias impecáveis, carros bem acabados nos detalhes”, avaliou.

+ Ernesto Teixeira recorda início na Gaviões, cita momentos marcantes e conta desejo de aniversário

Ernesto Teixeira. Foto: SRzd – Cláudio L. Costa

“Esse será o primeiro Carnaval da nossa nova diretoria, lembrando que nos Gaviões o poder é transitório e de três em três anos uma nova diretoria é eleita. Nesse sentido também já adianto que estamos criando o Conselho Cultural, que será formado por pessoas que administrarão os próximos Carnavais, responsáveis por estudos, pesquisas e desenvolvimentos das atividades ligadas ao braço cultural do samba nos Gaviões”, revelou.

Sobre o Carnaval 2022, “a voz da Fiel” acredita que será um Carnaval com muita disposição por parte de todos os envolvidos: “Um Carnaval para celebrarmos a vida, a ciência, sem nos esquecermos daqueles que nos deixaram em razão da desinformação, dos desmandos, da guerra política”.

+ Ernesto Teixeira cita aposentadoria e relembra profissões

Desfile 2020 da Gaviões da Fiel. Foto: SPTuris – Jose Cordeiro

Com o título “Basta!”, a escola apresentará no sábado, 26 de fevereiro, uma crítica social sobre temas que estão em debate no cenário atual do país e do mundo. O desfile será desenvolvido pelo carnavalesco Paulo Barros.

Grandão, Sukata, Jairo Roizen, Morganti, Guinê, Xérem, Claudio Gladiador, Ribeirinho, Claudinho, Meiners, Luciano Costa, Felipe Yaw, Marcelo Adnet, Fadico, Júnior Fionda, Lequinho, Fábio Palácio (Mentirinha), Leonel Querino, Altemir Magrão, Marcelo Valente, Sandro Lima e Rodrigo Dias assinam a autoria do samba-enredo. Clique aqui para ouvir.

Leia também:

+ Gravando! Uesp inicia produção do CD para o Carnaval 2022

+ Arlindo Cruz 63 anos: relembre o desfile da X-9 Paulistana em homenagem ao cantor

+ Títulos e estilo Freitas: Mago encerra ciclo e agita bastidores do Carnaval

+ Carlinhos Maia diz que chega para somar com o crescimento do Carnaval de São Paulo

+ Paulo Barros recebe alta médica: ‘Está novo em folha’

Comentários

 




    gl