Mestre-sala principal deixa a Rosas de Ouro: ‘não tenho condição de tirar dinheiro do meu bolso pra dançar’

Desfile 2019 da Rosas de Ouro. Foto: SRzd – Cláudio L. Costa

Durou apenas um Carnaval e terminou de forma turbulenta a passagem de Edgar Carobina como guardião do pavilhão principal da Sociedade Rosas de Ouro. Nesta quarta-feira (15), o mestre-sala anunciou seu desligamento da agremiação em que bailou ao lado de Isabel Casagrande.

Em sua carta de despedida, escrita em tom de desabafo, Edgar fez agradecimentos para a direção da entidade, para sua parceira de dança e para comunidade, mas também ficaram algumas críticas e recados: “Lugar onde tive a experiência única, mas que ficará para sempre em minha memória, foram poucos, mas os amigos que la eu fiz estarão pra sempre guardados comigo”, escreveu o sambista.

Numa mensagem forte, disse a críticos do seu trabalho: “Eu não sou nenhum moleque muito menos irresponsável, como ouvi dizer no dia do meu desfile”.

Edgar listou as inúmeras dificuldades que enfrentou na temporada e ressaltou que “por inúmeras vezes dormia na quadra para ensaiar no dia seguinte”. Ele também tornou público um drama familiar: os cuidados médicos com suas filhas recém nascidas de forma prematura. Na semana do desfile, uma delas não resistiu e morreu. “Eu fiquei louco para fugir do mundo, sumir do mapa mas… honrei o compromissos que eu tinha com o meu pavilhão ergui a cabeça e fui!”.

Mesmo superando obstáculos, Carobina destacou que deu o melhor de si, e revelou que não houve acordo com a escola para a continuidade do trabalho: “Eu não tenho a condição nenhuma de tirar dinheiro do meu bolso pra ter que dançar, comprar um sapato, um terno, enfim.. ainda mais agora que tenho uma filha pra amar….”

No Carnaval de 2019, a dupla perdeu dois décimos na avaliação dos jurados. A Rosas ficou em terceiro lugar no Grupo Especial ao apresentar o enredo “Viva Hayastan”. Vale lembrar que um helicóptero provocou uma forte onda de vento que atrapalhou a exibição do casal, fato que anulou qualquer penalização do jurado da torre 6 em decorrência desta situação.

+ relembre o desfile da Rosas de Ouro em 2019

Leia a carta na íntegra:

*Carta de Desligamento*

Venho através desta comunicar a direção da Rosas de Ouro, o meu desligamento do quadro de Mestre Sala na função que exerci como guardião do Pavilhão oficial.
Agradecendo pela oportunidade a direção da entidade e toda comunidade por me receberem com carinho. Lugar onde tive a experiência única, mas que ficará para sempre em minha memória, foram poucos, mas os amigos que la eu fiz estarão pra sempre guardados comigo.

* Sobre o Pré Carnaval; Comprometimento sempre tive, chegava aos ensaios sempre nos horário estipulados, e por inúmeras vezes dormia na quadra para ensaiar no dia seguinte.

*Durante os ensaios a dificuldade que foi deixar minhas filhas (prematuras, entubadas, passando por diversos problemas) no hospital e focar no meu compromisso (ensaios), vocês não fazem ideia o quanto foi dificil e tenso demais, não desejo isso para ninguém.

*Semana de desfile; Chega a pior notícia que um Pai e uma Mãe possam receber.
Falecimento de minha herdeira guerreira que lutou pra estar aqui hoje e não conseguiu. Eu fiquei louco para fugir do mundo, sumir do mapa mas… honrei o compromissos que eu tinha com o meu pavilhão ergui a cabeça e fui!

*Apuração; justificativas, nenhuma diretamente à minha dança ou evolução.

*Uffffffa!! Consegui superar os obstáculos que a vida colocou em meu caminho, e eu driblando cada um deles, me superei, e dei o meu melhor que no mínimo seria o meu máximo.

Neste pouco tempo dei o melhor de mim, já que infelizmente não chegamos a um acordo, eu não tenho a condição nenhuma de tirar dinheiro do meu bolso pra ter que dançar, comprar um sapato, um terno, enfim.. ainda mais agora que tenho uma filha pra amar….

Apenas Agradecer todas as pessoas que estiveram ao meu lado durante esse tempo, as que me ajudaram diretamente ou indiretamente,e aos que também torceram contra e de alguma forma me ajudaram a ser forte suficiente e encarar tudo e chegar até o fim de cabeça erguida conduzindo minha Porta Bandeira. Isabel Casagrande, obrigado pela oportunidade que você me deu, já conversamos no telefone, mais uma vez obrigado.

Acho que acabou por aqui, deixo o meu enorme carinho, agradecimento e respeito a toda comunidade da Roseira, vocês merecem o mundo família azul e rosa, me desculpe se fiz alguma coisa de errado a vocês…

( Mas uma coisa é certa, EU NAO SOU NENHUM MOLEQUE MUITO MENOS IRRESPONSÁVEL, como eu ouvir dizer no dia do meu desfile ).

QUE VENHA NOVOS DESAFIOS…. Somente agradecer a Deus, pela garra, força, e determinação que ele me concedeu, amém.!!!

Att. EDGAR CAROBINA. 15/05/19

Até o momento de publicação dessa reportagem, a direção da escola, que apresentará sua equipe de trabalho nesse sábado (18), não se pronunciou sobre a saída de Carobina. Desde a saída de Luiz Butinhão – hoje segundo mestre-sala da escola – André Guedes, Marquinhos e Edgar Carobina defenderam o primeiro pavilhão da Roseira.

* Às 22h39, a assessoria da Rosas de Ouro enviou nota ao SRzd. Clique aqui para ler.

Comentários




    gl