Luto no Carnaval de São Paulo: Morre o intérprete e compositor Dom Marcos

Dom Marcos. Foto: SRzd – Cláudio L. Costa

Morreu na tarde deste sábado (15) em São Paulo, o intérprete e compositor Dom Marcos.

Um dos familiares do cantor que tinha 62 anos, afirmou ao SRzd que Dom Marcos estava em sua casa, na Zona Leste, quando teve um mal estar. Ele foi levado as pressas para o Hospital da Vila Alpina mas não resistiu. Até a publicação desta nota, não há detalhes sobre a causa da morte.

O velório acontece neste domingo (16), a partir das 9h30, no Cemitério São Pedro, mais conhecido como cemitério da Vila Alpina. O sepultamento está previsto para acontecer às 16h na Avenida Francisco Falconi, 837 – Vila Alpina, na Zona Leste de São Paulo.

Em sua trajetória no samba paulistano, Dom Marcos contabiliza desfiles marcantes pela Cabeções de Vila Prudente, Colorado do Brás, Nenê de Vila Matilde, Sociedade Rosas de Ouro e Acadêmicos do Tatuapé. Entre as décadas de 80 e 90, onde conquistou prêmios e amigos em praticamente todas as agremiações, se tornou referência na arte de cantar e compor samba-enredo.

Na Mocidade Unida da Mooca, escola em que teve grande ligação nos últimos anos, foi voz oficial de 2009 a 2015, presidente da ala e compositores desde 2015 e um dos autores dos sambas de 2008, 2009, 2010, 2011, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019 e 2020.

Além de ter um estilo único de cantar, Dom Marcos, que já foi mestre-sala, músico e passista, é autor de trilhas-sonoras de Carnavais inesquecíveis de vários pavilhões. Destaque para “Catopês do milho verde, de escravo a rei da festa”, samba-enredo da Colorado do Brás em 1988 e “Do Iorubá ao Reino de Oyó”, hino da Cabeções de Vila Prudente em 1981.

A última entrevista de Dom Marcos ao SRzd foi exibida no dia 5 de novembro de 2018. Na ocasião, ele relembrou momentos marcantes de sua carreira em um bate-papo descontraído que contou com a presença de seu amigo e também intérprete Polengue do Cavaco e de seus filhos. Clique aqui para acompanhar a reprise na íntegra.

Dom Marcos deixa dois filhos que atuam no Carnaval

Dom Marcos teve dois filhos, Thiago Lima e Dom Júnior. Ambos são cantores. Thiago integra o time de canto da X-9 Paulistana e Júnior  faz parte da ala musical da Independente Tricolor. Ambos usaram suas página no Facebook para prestar homenagens ao pai:

Repercussão na internet envolve sambistas em geral

Através das redes sociais, sambistas em geral e representantes de diferentes escolas de samba e diretoria de agremiações em que Dom Marcos teve passagens marcantes, prestaram homenagens. Confira algumas publicações:

Comentários




    gl