Jorge Freitas: ‘Em breve vamos construir uma nova história’

Jorge Freitas. Foto: Uesp/Daniel Amorim

Após ter confirmado seu desligamento da escola de samba Mancha Verde no dia 13 de setembro, o carnavalesco Jorge Freitas já pensa em seu próximo desafio profissional no Carnaval.

Em postagem feita nas redes sociais, o artista escreveu um texto poético que menciona suas conquistas na folia paulistana.

O texto é encerrado com uma mensagem de gratidão e expectativa para um futuro projeto: “Em breve vamos escrever uma nova história”.

Nascido em Nova Friburgo, no estado do Rio de Janeiro, Jorge começou sua carreira na Marquês de Sapucaí, onde trabalhou pelo Arranco do Engenho de Dentro, Unidos de Vila Isabel e Portela. Em São Paulo, assinou enredos pela Gaviões da Fiel, Pérola Negra, Rosas de Ouro e Império de Casa Verde.

Na folia paulistana, conquistou o título do Grupo Especial nos anos de 2002 e 2003, pela Gaviões, 2010 com a Rosas depois de 16 anos de tabu da agremiação da Freguesia do Ó, em 2016, pelo Império, e logo na estreia, em 2019, na própria Mancha, lhe dando a única taça da história.

Leia na íntegra a publicação:

Nessa jornada encantada pelo universo do carnaval, dei um Xeque Mate e vi Cinco Deusas Encantadas.

Pedras cruzaram meu caminho, mas Deus abençoou e me fez Renascer, Sacudir a Poeira e dar a Volta Por Cima.

Aprendi com Anchieta um pouco mais sobre a história do nosso Brasil e provei um fruto com um doce sabor chocolate.

Incansável, desvendei um império de mistérios com um voo altaneiro de uma águia e viajei no tempo para resgatar a história de uma Guerreira Negra.

Tudo isso ao lado de pessoas incríveis que acreditaram no trabalho da minha equipe e sempre almejaram o sonho da vitória. Gratidão a todos!

Em breve vamos escrever uma nova história.

Aguardem!

Jorge Freitas. Foto SRzd – Guilherme Queiroz

Leia também:

+ Globo vai gravar programa com sambas das escolas de São Paulo

+ São Paulo espera mais de 15 milhões de foliões no Carnaval de Rua

+ Dragões da Real: grupo ‘Demônios da Garoa’ participa de gravação do samba; assista

+ Leandro de Itaquera faz primeiro ensaio

+ Marcelo Adnet faz sambas de enredo sobre as quedas do WhatsApp, Instagram e Facebook

Comentários

 




    gl