Império conta a história do cinema, traz alegorias imponentes, mas derrapa na evolução

Desfile 2019 da Império de Casa Verde. Foto: SRzd – Cláudio L. Costa

Segunda escola da noite de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, a Império de Casa Verde pisou na pista do sambódromo do Anhembi já nos primeiros minutos deste sábado (2).

Engasgada com o fato de ter ficado de fora do seleto grupo de campeãs em 2018, apresentou o enredo: “O Império contra-ataca”.

+ galeria de fotos do desfile da Império

+ vídeo: largada do desfile 2019 da Império

Presidente
Alexandre Furtado

Carnavalesco
Flávio Campello

Intérprete
Calos Junior

Coreógrafo de comissão de frente
André Almeida

1º casal de MSPB
Rodrigo e Jessica

Mestre de bateria
Zoinho

Rainha de bateria
Valeska Reis

Como a missão de substituir Jorge Freitas, um dos principais atores do último título imperiano, em 2016, Flávio Campello trouxe a proposta de cantar os 124 anos da primeira projeção cinematográfica, realizada pelos irmãos Auguste e Louis Lumiére, e grandes obras da sétima arte.

“Mostrar através da importância destas obras o contexto individual de cada uma e as modificações que Hollywood sofreu na sua história através de gêneros e moda. A tecnologia da sétima arte destacou nomes, criou bordões e frases, e vestiu gerações. Dos cortes de cabelo às roupas espalhafatosas, de gestos a trejeitos copiados e imortalizados. Nesta grande ópera popular, o Império Contra-Ataca e entra em cena numa divertida viagem “Hollywoodiana”, onde os personagens principais são os foliões e espectadores, que terão a oportunidade de ver e rever uma comunidade fantasiada de emoção e saudosismo, ao incorporar seus ídolos e estrelas de clássicos ao longo dos anos. A proposta é fazer uma viagem ao mundo cinematográfico, de forma lúdica, rebobinando as linhas do tempo e revendo os filmes que marcaram época e encantaram gerações. Inspirados nas listas dos melhores filmes de Hollywood, exaltaremos esses clássicos de maneira que todos viajarão para dentro dessas produções”, descreveu texto oficial da escola.

A diretoria do “Tigre”, comandada por Alexandre Furtado, seguiu apostando na manutenção do seu time.

Renovou os vínculos do coreógrafo André Almeida, do intérprete Carlos Junior, de mestre Zoinho, do diretor de harmonia Serginho e de Jessica e Rodrigo, primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira. Essa diretriz de manter nomes reconhecidamente destacados do Carnaval brasileiro é, sem dúvida, uma das forças da agremiação.

Logo de cara, tanto a comissão, quanto o primeiro casal, mostraram as boas credenciais da escola para o concurso. Na parte plástica foi mantido, ao menos nas alegorias, a imponência conhecida nos 25 anos de Império no Carnaval, com carros bem feitos, bem acabados e de bom impacto. Já nas fantasias, outro conceito. Figurinos mais simples, primando pela originalidade.

Depois de perder décimos importantes no quesito samba-enredo no último ano, foram duas notas 10, um 9,9 e um 9,8, decidiu para 2019 pela canção assinada por Acerola de Angola, Almir Mendonça, Luiz Jacaré, Rapha Maslionis, Leandro Rato, Marcelão e Pedro Carmo.

Mesmo não sendo um dos mais aclamados da safra, foi funcional, afinal, tinha Carlos Junior para levar os versos que não empolgaram o público, mas resolveram a harmonia, embalada pela magistral bateria de mestre Zoinho, ponto alto do desfile imperiano.

Por outro lado, a azul e branca pecou em evolução, em diferentes momentos de sua passagem pela Avenida, e ainda teve de correr ao final, para cumprir, em cima do limite do tempo regulamentar sua apresentação, aos 65 minutos.

+ galerias de foto

+ comissão de frente

+ primeiro casal de MSPB

+ alegorias

+ veja o desempenho da escola nos últimos cinco anos

A partir das 14h30 da próxima terça-feira (5), o portal SRzd transmite ao vivo, em parceria com a Rádio Trianon AM 740, a apuração dos desfiles das escolas de samba do Carnaval de São Paulo 2019.

Pelo oitavo ano consecutivo os destaques dos desfiles das escolas de samba da cidade de São Paulo receberão troféu exclusivo, oferecido pelo portal SRzd.

Voto popular e análise da equipe SRzd, que acompanha os bastidores das escolas de samba durante todo o ano; a somatória destes dois levantamentos vai determinar o resultado do Prêmio SRzd Carnaval SP 2019, ação que valoriza a cultura do samba na capital paulista e seus protagonistas. Em caso de empate, prevalece sempre o voto dos profissionais do SRzd.

A votação popular, que estará disponível através de enquete na página da editoria do Carnaval de São Paulo no SRzd, será aberta após o final do último desfile dos Grupos Especial e de Acesso 1. O resultado será divulgado na terça-feira (5), antes da apuração oficial pela Liga Independente das Escolas de Samba. Clique aqui e conheça todas as categorias.

+ confira a ordem completa de desfiles no Anhembi

Grupo Especial

+ Sexta-feira, 1 de março

1ª – 23h15 – Colorado do Brás
2ª – 0h25 – Império de Casa Verde
3ª – 1h35 – Mancha Verde
4ª – 2h45 – Acadêmicos do Tucuruvi
5ª – 3h55 – Acadêmicos do Tatuapé
6ª – 5h05 – X-9 Paulistana
7ª – 6h15 – Tom Maior

+ Sábado, 2 de março

1ª – 22h30 – Águia de Ouro
2ª – 23h20 – Dragões da Real
3ª – 0h30 – Mocidade Alegre
4ª – 1h40 – Vai-Vai
5ª – 2h50 – Rosas de Ouro
6ª – 4h00 – Unidos de Vila Maria
7ª – 5h10 – Gaviões da Fiel

Grupo de Acesso 1

+ Domingo, 3 de março

1ª – 21h – Mocidade Unida da Mooca
2ª – 22h – Independente Tricolor
3ª – 23h – Barroca Zona Sul
4ª – 0h – Nenê de Vila Matilde
5ª – 1h – Leandro de Itaquera
6ª – 2h – Camisa Verde e Branco
7ª – 3h – Unidos do Peruche
8ª – 4h – Pérola Negra

Grupo de Acesso 2

+ Segunda-feira, 4 de março

1ª – 20h – Primeira da Cidade Líder
2ª – 20h50 – Amizade Zona Leste
3ª – 21h40 – Torcida Jovem
4ª – 22h30 – Estrela do Terceiro Milênio
5ª – 23h20 – Unidos de Santa Bárbara
6ª – 0h10 – Tradição Albertinense
7ª – 1h – Uirapuru da Mooca
8ª – 1h50 – Imperador do Ipiranga
9ª – 2h40 – Camisa 12
10ª – 3h30 – Combinados de Sapopemba
11ª – 4h20 – Dom Bosco
12ª – 5h10 – Morro da Casa Verde

+ veja os preços dos ingressos para todos os dias e setores de desfile em SP

Comentários




    gl