Império de Casa Verde: diretor avalia nona colocação, fala sobre nova quadra e divulgação de enredo

Desfile 2020 da Império de Casa Verde. Foto: SRzd – Ana Moura

No Carnaval 2020, a Império de Casa Verde levou para o Sambódromo do Anhembi o enredo Marhaba Lubnãn”, que foi desenvolvido pelo carnavalesco Flavio Campello. Cercada de expectativas, a exibição da azul e branca rendeu a modesta nona colocação do Grupo Especial paulistano.

Rogério Tiguês, diretor de Carnaval da Império de Casa Verde. Foto: Assessoria de Imprensa – Duda Morais

Parte do espetáculo foi prejudicado em virtude da luz do dia clareando

Em entrevista ao SRzd, o diretor de Carnaval Rogério Tiguês, disse que a diretoria avaliou o desfile como “tecnicamente perfeito”, mas que em virtude do atraso de cerca de uma hora ocorrido na primeira noite de apresentações das escolas de samba, fez com que a luz do dia prejudicasse o espetáculo proposto pela agremiação.

“A diretoria avalia que fez um desfile bem melhor do que a colocação que ficamos. Fizemos um desfile tecnicamente perfeito, um belíssimo desfile onde consertamos os erros do ano passado. A parte do espetáculo foi prejudicada em virtude da luz do dia clareando. Investimos muito em tecnologia, em iluminação e acabou sim prejudicando o nosso espetáculo”, afirmou.

Desfile 2020 da Império de Casa Verde. Foto: SRzd: Cesar R. Santos

Poderíamos ter brigado pelo título tranquilamente

No quesito fantasia, a “Caçula do Samba” foi avaliada com as seguintes notas: 10 – 9,6 – 9,9 – 9,8. Já a bateria “Barcelona do Samba” recebeu três notas 10 e uma nota 9,8. Nestes dois itens, Rogério disse não entender as justificativas apresentadas por parte do júri.

“Por exemplo, no quesito bateria não conseguimos entender a justificativa. Também não conseguimos entender a justificativa de um jurado de fantasia. Então avaliamos que poderíamos ter brigado pelo título tranquilamente. Essa é uma opinião geral da diretoria”, externou.

Desfile 2020 da Império de Casa Verde. Foto: SRzd – Bruno Giannelli

Recentemente, circularam fotos nas redes sociais mostrando a desmontagem da quadra da agremiação, localizada na Avenida Engenheiro Caetano Álvares, 2042.

O novo espaço de ensaios, está sendo construído próximo ao seu barracão, localizado na Rua Brazelisa Alves de Carvalho, próximo ao sambódromo do Anhembi.

O dirigente afirmou que as obras seguem em estágio avançado: “A quadra está sendo construída. Estamos num estágio avançado e a expectativa é que acabe logo essa pandemia, para que possamos usufruir com o nosso povo lá na quadra”.

Império de Casa Verde prepara mudança de endereço da quadra. Foto: Reprodução.

Em notícia compartilhada no dia 2 de março, o colunista Leo Dias disse que o humorista e influenciador digital Carlinhos Maia, será enredo do Tigre no próximo ano, mas a escola não confirmou a informação. O diretor de Carnaval afirmou que o tema para 2021 já foi definido e deve ser divulgado em julho.

“Pretendemos divulgar no início do próximo mês, no máximo. Provavelmente vai ser mesmo via internet. Fomos os pioneiros nesse formato. Vamos divulgar nas nossas páginas esse enredo que já está finalizado”, revelou.

A realização dos desfiles depende muito do poder público

Questionado sobre a realização dos desfiles em 2021, em meio a pandemia do novo Coronavírus, Tiguês demonstrou pessimismo e esperança ao mesmo tempo.

“Acho difícil a realização, porém há uma esperança que a gente tenha. Eu acho que a realização dos desfiles depende muito do poder público e da opinião pública. Acho bem difícil que se tenha, mas estou esperançoso para que todas as escolas consigam mostrar o que estão preparando”, finalizou.

Desfile 2020 da Império de Casa Verde. Foto: SRzd – Bruno Giannelli

Leia também:

+ Bandeira na mão de componente tira ponto da Império de Casa Verde

+ Confira todas as justificativas da Império de Casa Verde

+ Manual do julgador










Comentários

 




    gl