Final na Colorado: Celsinho Mody diz que seu samba busca um ‘diálogo vivo com o público’

Celsinho Mody Foto: SRzd – Wadson Henrique

A Colorado do Brás realizará neste domingo (2), às 18h30, através de live no canal do YouTube da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, a escolha do samba-enredo que irá embalar seu próximo Carnaval.

Neste ano, todas os seis sambas que participaram do concurso foram gravados na voz do intérprete oficial da vermelha e branca, Chitão Martins. Após audições, a diretoria da agremiação classificou três composições para a final.

A obra campeã será o hino do enredo “Carolina – A Cinderela Negra do Canindé”, na disputa do Grupo Especial paulistano. O desenvolvimento do projeto ficará a cargo de André Machado.

+ Qual seu samba preferido na final da Colorado do Brás? Vote na enquete

Vivendo a expectativa da decisão, o SRzd entrevistou um representante de cada uma das três parcerias finalistas. Em cada conversa, os sambistas contaram detalhes do processo de criação de cada letra e destacaram a importância de participar da disputa.

Nesta sábado (1), apresentamos o “Samba 10”. Ao longo do bate-papo, Celsinho Mody que a composição que leva também a autoria de Jacopetti, Fadico, André Lemos e JC Castilho, busca um diálogo vivo com o público na Avenida.

Assista:

Clique no nome dos autores para ouvir os sambas finalistas:

+ Samba 5 – Almir Mendonça, Leandro Rato e Delson Patricio

+ Samba 7 – Thiago Sukata, Turko, Rafa do Cavaco, Claudio Mattos, Maradona, Valêncio, Luan e Thiago Meiners

+ Samba 10 – Celsinho Mody, Jacopetti, Fadico, André Lemos e JC Castilho










Comentários

 




    gl