‘Escola que abraça todos os seus filhos’, diz Mauro Xuxa após renovar com a Flor de Vila Dalila

Mauro Xuxa. Foto: SRzd – Cláudio L. Costa

Após o título do no Grupo Especial de Bairros da União das Escolas de Samba Paulistanas (Uesp) e garantir a vaga para o Grupo de Acesso 2 da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, a Flor de Vila Dalila, optou pela manutenção do carnavalesco Mauro Xuxa.

Em entrevista ao SRzd, o artista que contabiliza passagens pela Leandro de Itaquera, Imperador do Ipiranga, Barroca Zona Sul, Camisa Verde e Branco, Flor de Liz e Acadêmicos do Tatuapé, além de projetos para agremiações de Santo André, falou do desafio de enfrentar uma enchente no barracão da escola, dias antes do desfile oficial, de uma cirurgia que passou no meio ano que quase o tirou do Carnaval 2019 e da expetativa para o seu terceiro ano consecutivo na agremiação da Zona Leste de São Paulo.

“Inicialmente abri mão de participar da folia deste ano. Eu deveria passar por uma cirurgia e eu não tinha data marcada para este procedimento e não sabia qual seria o resultado disso. Foi um ano muito complicado”, disse o carnavalesco.

Após o Carnaval 2018, Xuxa contou ter recebido propostas de outras agremiações, mas a vontade da diretoria da Flor de Vila Dalila dar sequência ao trabalho, o fez permanecer na azul e branco.

A imagem pode conter: 1 pessoa, chapéu“A escola me abraçou e disse que eu poderia permanecer mesmo a distância, apenas fazendo a orientação. E já que seria um projeto um pouco menor, que começaria a se desenvolvido mais tarde, resolvi permanecer”, relembrou.

Após a cirurgia, realizada em meados de 2018, Xuxa teve uma rápida recuperação e voltou ao trabalho após um mês do procedimento.

“Consegui desenvolver o projeto e graças a Deus resultou no campeonato, mesmo com a enchente a vinte dias do Carnaval, que destruiu instrumentos e materiais do desfile. Demos a volta por cima”, contou o artista ressaltando que contou com a ajuda de profissionais de seu próprio atelier para finalizar o projeto.

Para 2020 Mauro Xuxa optou por “abraçar a causa novamente” e preparar mais um espetáculo para a comunidade da Flor de Vila Dalila , escola que segundo ele “abraça todos os seus filhos”.

Em 2019 a Flor de Vila Dalila apresentou o enredo: “Em busca do ouro e da sabedoria”. No próximo ano, abre os desfiles do Grupo de Acesso 2, no sambódromo do Anhembi, em 24 de fevereiro.

Comentários




    gl