‘Em 2022 nós estamos no samba’, diz Mônica Calazans, primeira vacinada no Brasil

João Doria e Monica Calazans. Foto: Governo de São Paulo/Divulgação

Após a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovar na tarde do último domingo (17), os pedidos de uso emergencial no Brasil das vacinas CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, e AstraZeneca, desenvolvida pela Universidade de Oxford com a Fiocruz, o governo do Estado de São Paulo aplicou a primeira dose da CoronaVac.

A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, foi a primeira pessoa a ser imunizada no Brasil. O fato aconteceu no Hospital das Clínicas, em São Paulo.

Mônica, que é sambista, deixou um recado para os fãs de Carnaval, em especial para os torcedores da escola de samba paulistana Vai-Vai: “Alô, comunidade Vai-Vai, vamos evitar aglomerações, usar máscara e álcool em gel. Beijo no coração de todo mundo. E acreditem, isso vai passar. Em 2022 nós estamos no samba, lá na Avenida”.










Comentários

 




    gl