Ednei Mariano relembra trajetória na Amespbeesp e aulas com mestre-sala Delegado da Mangueira

Prêmio SRzd Carnaval SP 2019. Foto: SRzd – Cesar Augusto

No último dia 4 de maio, os protagonistas do Carnaval de São Paulo foram homenageados durante a cerimônia de entrega do Prêmio SRzd Carnaval SP 2019 que aconteceu no Hotel Ibis São Paulo Expo, localizado na Rua Eduardo Viana, 163, na Zona Norte da capital paulista.

Ao todo, 22 prêmios foram entregues para os sambistas das agremiações que integram os Grupos Especial, de Acesso 1 e 2. Clique aqui para conhecer os vencedores.

Transmitida ao vivo, a celebração apresentada pela radialista Patrícia Liberato contou com apresentações musicais e presença de empresários e convidados de diversos segmentos.

– Clique aqui para assistir a cerimônia na íntegra

Entre os convidados, destaque para Ednei Mariano, presidente da Amespbeesp, Associação de mestres-sala, porta-bandeiras e estandartes do estado de São Paulo. Em entrevista ao SRzd, ela falou da importância da instituição para o Carnaval paulistano, das aulas que tinha na juventude com o Delegado da Mangueira, no Rio de Janeiro, além de sua vivência como carnavalesco. Assista:

+ saiba mais sobre a Amespbeesp

+ Fundação: 10/06/1995

+ Missão: iniciar e formar para a dança; meninos, meninas, homens e mulheres, interessados em se tornarem mestre-sala, porta-bandeira ou porta-estandarte.

+ Atividades: curso de formação Básica (para quem nunca dançou e não conhece a história da dança); Intermediário (para que já tem noção de dança, mas precisa de técnicas para avançar dentro da arte) e Avançado (para aqueles que já dançam e disputam nota).

+ Quem frequenta? aqueles que buscam aprendizado na arte da dança, sejam da capital, do litoral ou interior.

+ Quem são os instrutores da Amespbeesp? mestres-sala, porta-bandeiras e porta-estandartes, que estão em atividade ou que já exerceram a função.

+ Remuneração: nem dirigentes, nem instrutores recebem benefícios financeiros para exercerem as funções.

+ Da onde vem a verba para a manutenção da entidade? da taxa de inscrição para o o curso e patrocínio de amigos. Não há ajuda financeira de nenhum órgão publico ou entidade do segmento Carnaval.

+ Números: nestas mais de duas décadas, já foram iniciadas na arte mais de 5 mil pessoas.

+ Outras atividades da Amespbeesp: coordena o ‘Galpão Camarim’ nos dias de desfile no sambódromo do Anhembi, cedido pela entidade gestora do Carnaval de São Paulo para que os casais se preparem para o desfile. Além disso, são realizadas palestras nas escolas de samba da capital e do interior sobre qualquer tema relacionado a dança de mestre-sala e porta-bandeira e da porta-estandarte, sem cobrar das escolas de samba. A Amespbeesp também é responsável pela sinalização aos jurados identificando a figura do primeiro casal.

Comentários




    gl