Conheça os candidatos da Corte Mirim, Infantil e Juvenil do Carnaval de SP 2020

Cortes Mirim do Carnaval 2019. Foto: Divulgação

Rumo a quarta edição, a Associação dos Sambistas do Amanhã de São Paulo (ASASP), realizará a escolha das Cortes Mirim (8 aos 11 anos), Infantil (12 aos 14 anos) e Juvenil (15 aos 17 anos) do Carnaval de São Paulo 2020.

O evento acontecerá no dia 23 de novembro (sábado), a partir das 15h30, na quadra da Camisa Verde e Branco, localizada na Rua James Holland, 663, no bairro da Barra Funda. A entrada será 1 quilo de alimento não-perecível.

Conheça os candidatos, já na ordem de apresentação e suas respectivas agremiações:

MIRIM FEMININO

– Maria Eduarda Pedro Menezes – Império Real
– Marjorie Sophia L.Panzarini – Tradição Albertinense
– Emanuelle Angelo Franco – Nenê de Vila Matilde

MIRIM MASCULINO

– Kauê Phellipi V. Silveira – Vai-Vai
– Robert Raphael F. de Souza – Nenê de Vila Matilde

INFANTIL FEMININO

– Maria Eduarda Gomes da Conceição – Flor de Liz
– Thaina Leão Guion – Só Vou se Você For
– Maria Eduarda S. Maciel – Prova de Fogo
– Ana Luiza Godêncio Silva – Império Real
– Maria Eduarda Malaquias de Freitas – Vai-Vai
– Camila Nóbrega Dias – Leandro de Itaquera
– Victória Aparecida Santos Teixeira – Império de Casa Verde

INFANTIL MASCULINO

– Marco Antonio S. Anastácio – Vai-Vai
– Kaire Fernando Hilário Vicente – Barroca Zona Sul
– Gabriel Henrique Nery – Nenê de Vila Matilde

JUVENIL FEMININO

– Ágata de Melo Fernandes – Unidos de Vila Tijuco
– Layane Giulia Xavier Arruda – Colorado do Brás
– Larissa Aguiar da Silva – Independente Tricolor
– Kelly de Paula Lima – Dragões da Real
– Emilly Layssa A.de Lima – Nenê de Vila Matilde
– Bruna Moreira Sarro – Camisa Verde e Branco
– Rayane Cristina S. Santos – Leandro de Itaquera
– Silvana Catherini Kenneth – Vai-Vai

JUVENIL MASCULINO

– Kauan Henrique A. Aguiar – Colorado do Brás
– Luciano Plácido de Souza – Tom Maior
– Paulo Vinicius Nunes – Dragões da Real
– Diogo de Souza Almeida – Vai-Vai

Sobre a ASASP

A ASASP é uma associação sem fins lucrativos e surgiu da ideia de duas mulheres, responsáveis por alas de crianças em escolas de sambas. O sonho de ver o futuro do samba garantido e perpetuado reuniu outras sambistas.

O objetivo da entidade é manter o espírito do Carnaval nas crianças, valorizando a cultura do samba, já na sua base. Além do concurso, promove seminários, workshops, palestras, debates relacionados a temática social, cultural, educacional e campeonatos esportivos. Ainda premia as alas das crianças nas categorias: ala mais animada, melhor fantasia e melhor rainha de bateria mirim.

Comentários




    gl