‘Brinde da Águia’: conheça o enredo 2020 da Nenê de Vila Matilde

Nenê de Vila Matilde. Foto: SRzd – Cláudio L. Costa

Neste sábado (20), a Nenê de Vila Matilde divulgou o seu enredo para o Carnaval 2020.

“O presente da Deusa e o brinde da Águia”, é o título oficial do tema que a escola da Zona Leste vai levar para o Sambódromo do Anhembi, em busca de uma vaga no Grupo Especial de São Paulo.

O desenvolvimento do enredo ficará a cargo do novo carnavalesco da agremiação, Zilkson Reis. O artista contabiliza no currículo trabalhos no festival de Parintins entre 2007 e 2016, e produziu desfiles marcantes na Mocidade Alegre (sendo campeão em 2007) e Gaviões da Fiel (de 2009 a 2011 e entre 2014 a 2017).

Em sua página no Facebook, a escola publicou uma breve justificativa do enredo:

“Vamos trazer para a avenida a História da Cerveja desde o início com o surgimento da bebida na Suméria, região mesopotâmica. Passará pelos principais pontos de sua trajetória histórica até a chegada no Brasil: Egito Antigo, Império Romano, navegação holandesa e comitiva da Família Real Portuguesa. Também serão abordados os efeitos culturais da popularização da cerveja no Brasil e como a bebida se tornou um símbolo da nossa identidade, a partir de sua associação com diversas atividades e expressões culturais. Dentre elas, o samba. Vamos juntos levar nossa Águia Guerreira para o lugar de onde jamais deveria ter saído! Juntos somos mais fortes! Saúde!”

Mudanças no quadro de profissionais da Nenê de Vila Matilde

Além da vinda de Zilkson, a escola comandada por Rinaldo Andrade, o Mantega,  já havia confirmado a saída do diretor de Carnaval Junior Schall, a renovação de contratos do intérprete oficial Agnaldo Amaral, do mestre de bateria Matheus e do diretor geral de harmonia Emerson Gelmi, além da contratação de Deny Diogo para ocupar o posto de Claudio Testa no comando da comissão de frente.

Em 2019 a Nenê de Vila Matilde ficou em 3º lugar no Grupo de Acesso 1 com o enredo: “A majestade do samba chegou. Corri pra lá, pra ver quem era. Chegando lá, era a Nenê e a Portela”. Relembre o desfile.

Comentários




    gl