Barroca Zona Sul: definido o primeiro título de enredo do Grupo Especial de 2020

Desfile das campeãs 2019 da Barroca Zona Sul. Foto: SRzd – Fausto D’Império

A escola de samba com a missão de abrir a primeira noite de desfiles do Grupo Especial de São Paulo 2020, na sexta-feira, dia 21 de fevereiro, é também a primeira a divulgar o título de seu enredo.

“Benguela… A Barroca clama a ti, Tereza!” é título do tema que irá embalar a apresentação da tradicional Barroca Zona Sul no sambódromo do Anhembi.

Os detalhes do enredo serão divulgados em breve. O desenvolvimento artístico do desfile será conduzido por Rogério Sapo e Yuri Aguiar. Ainda não há definição se algum profissional irá substituir Fernando Dias, que anunciou seu desligamento da verde e rosa no último dia 27 de março.

“Em 2020 viremos com o nosso tamanho e com a nossa realidade em uma nova estrutura, mas sabendo que aprendemos o jogo. O Barroca virá para brigar. Vamos abrir o Carnaval do Brasil com muita responsabilidade. Vamos reforçar todos os nossos departamentos mas com a filosofia de manter toda a filosofia de trabalho que está dando resultados”, disse Marcus Paulo Tibechrani, o Marcão, diretor de Carnaval da Barroca.

+ Tereza de Benguela

Teresa de Benguela comandou o Quilombo do Quariterê, entre o rio Guaporé e a cidade de Cuiabá, capital do estado de Mato Grosso durante o século XVIII.

Durante sua administração, ela estabeleceu um governo com semelhanças a de um parlamento, com conselheiros e deputados. Em suas terras eram cultivadas algodão, mandioca, feijão, milho e banana.

Tereza reinou em seu quilombo entre 1750 e 1770, com a presença de negros e índios, até que foi capturada e morta.

Veja o logotipo oficial do enredo 2019:

Barroca não fará eliminatória de samba-enredo

Enredo lançado. Hora das parcerias de compositores retirarem a sinopse e iniciar a construção das obras concorrentes para a disputa de samba-enredo. Este seria o procedimento natural, mas não na Barroca.

A diretoria da escola comandada por Ewerton Rodrigo Ramos Sampaio, o Cebolinha – satisfeita com o modelo adotado no ano passado – escolheu um grupo de compositores para a criação da trilha-sonora para o desfile oficial.

O intérprete Pixulé irá cantar na Avenida a obra que será assinada por Sukata, Morganti, Jairo Roizen, André Valêncio, Tubino Meiners, Pixulé, Marcos Thiago e Acerola de Angola.

Fundada em 7 de agosto de 1974, e batizada pela Estação Primeira de Mangueira, a Barroca Zona Sul  integrou a elite do samba paulistano pela última vez em 2005, quando ficou na décima sexta colocação ao apresentar o enredo “Participei da Criação, Colaborei para o Progresso, às Vezes me Utilizam para Destruição, Quando me Uno a Outra, Selo a Paz e a União! Mãos!”, do carnavalesco Babú Energia.

Relembre o desfile que garantiu a Barroca no Grupo Especial de 2020

“Okê Arô” foi o título do tema que a Barroca Zona Sul levou para a Avenida em 2019, alcançando, além do segundo lugar no Grupo de Acesso 1, uma vaga no Grupo Especial 2020. Relembre o desfile.

+ Dupla de coreógrafos assume comissão de frente da Barroca Zona Sul

+ Alex Santos e Nathalia Guimarães não formam mais o primeiro casal da Barroca Zona Sul

 

Comentários




    gl