Arquibancada com lounge e painéis de LED: administradora do Carnaval fala sobre melhorias no Anhembi

Desfile 2020 da Gaviões da Fiel. Foto: SPTuris – Jose Cordeiro

No próximo Carnaval, o público que frequenta o Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo, o Sambódromo do Anhembi, vai sentir melhoras na estrutura do local. É o que afirma a ALK, empresa contratada pela Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, que vai administrar o evento nos próximos cinco anos.

Organizadora da festa de forma integral até então, a maior gestora do samba paulistano passará a se dedicar apenas aos desfiles de suas 34 agremiações.

Sambódromo do Anhembi. Foto: SRzd
Sambódromo do Anhembi. Foto: SRzd

Em entrevista concedida à revista “Veja”, Marcos Leone, sócio da ALK junto da sua esposa Jacqueline, declarou que a parte de trás das arquibancadas vão se tornar lounges e praças de alimentação, as paredes vão ser cobertas de tecido e que haverá melhorias na higienização do espaço.

“Será o lugar para o público ficar nos intervalos dos desfiles. Também servirá para ações de marcas. Cada setor terá cenografia com painéis de LED, banheiros limpos e boa comida”, disse.

Segundo o diretor de comunicação da Liga-SP, Jairo Roizen, a qualidade dos alimentos era uma das principais reclamações do público: “A comida era uma das principais queixas. Basicamente espetinho, hot dog e pastel de qualidade ruim e preço alto”.

Tema de grande interesse do público em geral, os ingressos vão sofrer apenas o reajuste da inflação, segundo a ALK – que já prestou serviços para eventos como a Fórmula 1 e o festival Lollapalooza.

De acordo com a matéria, a Liga-SP faturava 14 milhões de reais com ingressos e apoios de quatro patrocinadores, agora a nova gestora da organização do Carnaval espera fechar com treze empresas e arrecadar 20 milhões de reais.

“Daria para ‘empatar’ com os gastos. A ideia é mostrar qualidade e lucrar nos anos seguintes. Só em patrocínios, devemos obter seis vezes o que a Liga conseguia”, diz Andrés Von Simson, CEO da ALK.

Projeção da parte de trás das arquibancadas do Anhembi. Foto: Reprodução/YouTube

Vale lembrar que no início do ano, a prefeitura de São Paulo confirmou a concessão do Distrito Anhembi, novo nome do Complexo Anhembi, para a empresa GL Events Brasil, vencedora do processo de licitação. Nos próximos 30 anos, ela vai investir mais de R$ 1 bilhão no local.

A empresa deverá fazer a ampliação e modernização do espaço, que passará a contar também com uma arena multiuso, um moderno centro de convenções, entre outros equipamentos. As obras deverão iniciar a partir do segundo trimestre de 2022.

+ Concessionária responsável pelo Anhembi divulga projeto de ampliação e modernização; veja

+ Empresa responsável pelo Anhembi quer ‘devolver o protagonismo’ ao local

+ Após apresentação do projeto de modernização do Anhembi, Liga-SP cita diálogo com concessionária

“Distrito Anhembi”. Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo

Leia também:

+ Celsinho Mody fala sobre volta do concurso da Beija-Flor e vê ‘grande possibilidade’ no Carnaval 2022

+ ‘Ciclo fechado’: mestre-sala se despede da Imperador do Ipiranga

+ ‘Meu coração bate mais forte por você’: ouça um dos sambas de exaltação da Independente Tricolor

+ ‘A Leoa do Samba’: presidente da Mocidade Alegre, Solange Cruz vai ser enredo no próximo Carnaval

+ Desabafo! Carlos Jr. agradece à Beija-Flor por retorno de eliminatórias: ‘Oportunidade de voltar a trabalhar’

+ Mestre Sombra recorda trajetória, ajoelhada na Avenida e primeira apresentação no Rio

+ Amarildo de Mello opina sobre o Carnaval 2022 e aguarda ‘retorno de verbas’ para o projeto da Leandro de Itaquera

+ Gestão coletiva, estatuto e eleições: presidentes da Tatuapé explicam mudanças

+ Rainha de bateria da Portela, Bianca Monteiro participa de workshop na Vila Maria

Comentários

 




    gl