Agnaldo Amaral recorda casamento em pleno Anhembi: ‘Inexplicável’

Agnaldo Amaral e Katia Gonçalves. Foto: Marcos Bezerra/Futura Press

Voz marcante do Carnaval, o intérprete Agnaldo Amaral relembrou, através das redes sociais, o casamento com sua esposa Katia Gonçalves Amaral no Sambódromo do Anhembi. A cerimônia aconteceu minutos antes do desfile de 2012 da Camisa Verde e Branco, que tinha como enredo o amor.

A celebração, realizada pelo padre Bonerges Bueno, da paróquia Nossa Senhora de Fátima, aconteceu na área da concentração reservada para a bateria, ao lado do carro de som e dos ritmistas, que comemoraram a união e o beijo dos noivos.

Ao SRzd, o cantor classificou como “inexplicável” o momento vivido no Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo, nome oficial do Sambódromo paulistano.

“É um dos anos mais importantes da minha carreira e da minha vida. A Camisa Verde e Branco me propiciou esse casamento maravilhoso na Avenida para o mundo todo ver. É inexplicável, a emoção é muito grande quando a gente chega na Avenida, mas esse desfile foi um dos mais marcantes para mim”, declarou.

Agnaldo Amaral. Foto: Liga-SP – Felipe Araujo

Contratado em março de 2020 para ser o novo comandante do carro de som da Tom Maior, Agnaldo não escondeu a ansiedade para a estreia pela escola no próximo Carnaval.

“Que passe logo essa pandemia e que nós possamos voltar a fazer aquilo que nós amamos, que é cantar. Só tenho a agradecer a Deus, gratidão por me dar saúde ao longo dos meus sessenta e um anos. E estou louco para estrear pela Tom Maior no Anhembi, pra pegar esse axé que a escola tem e passar o brilho, o amor e o carinho através da voz”, expôs.

Agnaldo de Jesus Amaral possui mais de três décadas de trajetória como intérprete. Ao longo dos anos, defendeu as cores da Barroca Zona Sul, Camisa Verde e Branco, Pérola Negra, Vai-Vai, Unidos de Vila Maria, Nenê de Vila Matilde e Estação Primeira de Mangueira, entre outras. Sem contar sua carreira solo, onde já fez shows em várias regiões do Brasil, gravou discos, recebeu prêmios e com sua voz inconfundível embalou clássicos da música popular brasileira.

Comentários

 




    gl