Witzel fecha acordo com Crivella e Governo do Estado assumirá comando do Sambódromo

Wilson Witzel durante desfiles das escolas de samba no Carnaval 2019. Foto: Divulgação

Em reunião na noite desta terça-feira (16) com o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, o governador Wilson Witzel acordou com o chefe do município que, já para o Carnaval 2020, o Sambódromo da Marquês de Sapucaí passa a ser do Governo do Estado.

“Falei ontem (terça) à noite com o prefeito Crivella e ele concordou comigo (sobre o governo assumir o Sambódromo). O município está com dificuldade de caixa, assim como o Estado. Mas no Estado estamos com um pouco mais de margem de folga”, disse Witzel em entrevista ao “Bom Dia Rio”.

Os planos do governador para a Sapucaí são audaciosos. Ele promete uma reforma orçada em R$ 10 milhões para transformar o local em um grande centro cultural, com atividades o ano todo, e não somente no período carnavalesco. Reformas estruturais, para que as instalações se adequem às normas do Corpo de Bombeiros, também estão previstas.

Sambódromo da Marquês de Sapucaí. Foto: Cezar Loureiro/Riotur

“Esse dinheiro vai voltar no modelo que nós vamos fazer para que o Carnaval seja superavitário. É uma estrutura que vai funcionar o ano inteiro, que pode ser um centro gastronômico, e o Carnaval faz parte desse calendário de cultura que queremos fazer de janeiro a janeiro. Também vamos instalar uma escola para fazer a área ficar mais ocupada”, explicou Wilson Witzel.

O governador, que é folião assumido e foi aos desfiles na Sapucaí em 2019, disse que o Carnaval 2020 será “o melhor de todos os tempos”, e Witzel pretende participar ainda mais da festa. “Faço questão de entregar a chave para o Rei Momo e de tomar aquela cachaça ‘cervo escarlate’, que Candonga servia no recuo da bateria”, brincou.

Governador do Rio foi aos ensaios técnicos para o Carnaval 2019. Foto: SRzd

Comentários




    gl