Segunda princesa critica resultado e promete ir embora do país: ‘Não saí de outro estado por status’

Cinthia Martins integra Corte Real do Rio para o Carnaval 2020. Foto: Alexandre Macieira/Riotur

Crise na Corte do Carnaval carioca. Após Deisiane de Jesus, 1ª Princesa, ignorar a Rainha Camila Silva em entrevista, Cinthia Martins, eleita 2ª Princesa, resolveu desabafar em rede social. A integrante da Corte fez um vídeo ao vivo em seu Instagram criticando o resultado do concurso do último domingo (12). Cinthia ressaltou ser carioca, conhecida no mundo do samba, e afirmou não querer a coroa ‘por status’. Ela também prometeu ir embora do Brasil após o Carnaval 2020.

+ Climão na Corte! Princesa ignora Camila Silva, Rainha do Carnaval




“Eu não saí de um outro estado e cheguei ao Rio de Janeiro por status, só pra provar pra alguém: ‘Olha, peguei mais uma coroa’. Eu sou do samba. Então, vamos aprender a respeitar. O Carnaval do Rio de Janeiro está acabando e vocês não estão percebendo. Pra mim, isso daqui já deu. Acabou o Carnaval, eu tô indo embora. Com muita tristeza que eu falo isso”, disse Cinthia Martins.

Cinthia Martins durante o concurso da Corte Real do Rio para o Carnaval 2020. Foto: Alexandre Macieira/Riotur

Toda polêmica em volta da vitória de Camila Silva, eleita Rainha do Carnaval carioca de 2020, se dá pelo fato da sambista ser paulista, apesar de residir na cidade maravilhosa desde 2013. O regulamento da disputa permite candidatas oriundas de outros estados contanto que morem no Rio de Janeiro.

“Se eu disser que eu estou completamente feliz, eu estou mentindo. Aos meus amigos de verdade, às pessoas que me acompanham, eu devo isso a vocês. O Carnaval, o samba, faz parte da minha vida, faz parte da minha história. Vocês podem chegar em qualquer quadra da escola de samba e falar meu nome que as pessoas me conhecem, me respeitam”, desabafou a 2ª Princesa.

Rainha do Carnaval, Camila Silva prega união entre sambistas

Camila Silva foi eleita Rainha do Carnaval Rio 2020. Foto: Alexandre Macieira/Riotur

Ex-rainha de bateria da Vai-Vai, em São Paulo, e da Mocidade Independente, no Rio, Camila Silva vem sofrendo resistência desde que anunciou sua candidatura à Corte Real carioca. A vitória, no último domingo (12), em Copacabana, aumentou tanto o número de apoiadores quanto os de que são contrários à escolha da sambista.

Procurada pelo SRzd para esclarecer a polêmica, Camila Silva, por meio de sua assessoria de imprensa, preferiu não comentar o assunto. A beldade ressaltou que “o momento é de comemoração e gratidão por todos que sempre a receberam muito bem, e que ela seguirá o que sempre falou e fez: a união entre os sambistas”.







Comentários




    gl