Sambódromo pode virar abrigo para moradores de rua durante pandemia de Covid-19

Marquês de Sapucaí. Foto: Juliana Dias/SRzd

O palco que abriga os sonhos de tantos sambistas pode agora abrigar aqueles que necessitam de um lugar para fugir da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Segundo O Globo, a prefeitura do Rio de Janeiro estuda a possibilidade de usar o Sambódromo da Marquês de Sapucaí como abrigo para moradores de rua.

A ideia seria melhorar a instalação de pias e chuveiros que já existem na Avenida para permitir a higiene pessoal da população em situação de rua. Hoje, o número de moradores sem um ‘lar’ é estimado em 14 mil.







Comentários




    gl