Salgueiro nega notícia sobre retorno de Regina Celi à presidência da escola

Carro alegórico do Salgueiro. Foto: SRzd/Nicolas Barbosa

Carro alegórico do Salgueiro. Foto: SRzd/Nicolas Barbosa

A Acadêmicos do Salgueiro informou por meio de nota à imprensa que é falsa a notícia que circula de que a ex-mandatária da agremiação Regina Celi assumiria novamente a presidência da escola. “É certo que travamos um período longo de disputas e isto, para nós, já é passado”, diz o comunicado assinado pelo novo presidente André Vaz.

Leia abaixo nota do Salgueiro na íntegra:

Família Salgueirense,
Por meio desta nota, comunicamos que o trabalho continua, a todo vapor, visando levar para a Marquês de Sapucaí um grande desfile da nossa escola em 2019. É certo que travamos um período longo de disputas e isto, para nós, já é passado. Também não é segredo para ninguém a saúde financeira da nossa agremiação, a qual não estamos medindo esforços para reverter. Estivemos trabalhando incansavelmente nos últimos 30 dias para recuperar todo o tempo perdido e, o que nos deixa muito satisfeitos, é poder chegar ao barracão e ver nossos funcionários produzindo e com seus salários em dia. Sempre trabalhamos com a verdade e, tenham certeza de que assim continuaremos enquanto estivermos à frente da presidência do GRESAS.
Aproveitamos para dizer que as tentativas de desestabilizar o trabalho e o bom andamento do barracão e do nosso ateliê nos servem como estímulo para trabalhar ainda mais e mostrar na Avenida o resultado de quem pensa, age e luta pelo Salgueiro, sem vaidades. Seguiremos fortes e unidos porque o que nos importa, de fato, é o pavilhão e a ele devemos honra e respeito.
Comunidade, juntos somos mais fortes. Equipe de trabalho, vamos em frente porque falta muito pouco para o Salgueiro entrar na Avenida. Com as bençãos e a proteção de Xangô, seguimos. Obrigado.

André Vaz, presidente GRES. Acadêmicos do Salgueiro.

Em sua coluna publicada na última segunda-feira (14), o jornalista Leo Dias escreveu que “Regina Celi aguarda uma decisão vinda de Brasília nas próximas horas que pode mudar o Carnaval 2019 para o Salgueiro. Com a ajuda de seu advogado, Ubiratan Guedes, ela pode voltar a ser presidente da escola de samba até o desfile deste ano na Marquês de Sapucaí, e André Vaz deixaria o cargo neste período”.

Comentários




    gl