Recordar é viver! Com desfile magistral, Mangueira viu bicampeonato ir pro ‘buraco’ em 2017

Mangueira na Sapucaí em 2017. Foto: Fernando Grilli/Riotur

Mangueira na Sapucaí em 2017. Foto: Fernando Grilli/Riotur

Sem desfiles oficiais no Carnaval 2021, o SRzd selecionou algumas das melhores apresentações dos últimos anos para recordar. Nesta segunda-feira (15), dia em que desfilariam as escolas do Grupo Especial, relembramos o desfile da Mangueira 2017, que rendeu o quarto lugar para a agremiação.

Recordar é viver
Mangueira 2017

Mangueira. Foto: Jeanine Gall
Mangueira. Foto: Jeanine Gall

De cada dez torcedores da Mangueira, nove vão lamentar a perda do bicampeonato no Carnaval 2017. A verde e rosa apresentou um desfile magistral – melhor, inclusive, que o de 2016 -, mas um problema em evolução e uma rodinha faltando no tripé da comissão de frente levaram a conquista pro ‘buraco’.

Encerrando o Carnaval 2017, a agremiação apresentou o enredo ‘Só com a ajuda do santo’ e teve um dos trabalhos mais inspirados do carnavalesco Leandro Vieira. Alegorias e fantasias belíssimas, aliadas ao ótimo samba-enredo que contagiou as arquibancadas, com direito a arrastão no final, credenciou a escola na disputa pelo título.

+ Relembre o desfile na íntegra

Mangueira. Foto: Jeanine Gall

Quis o destino, porém, que uma das alegorias da escola ‘travasse’ perto da metade da pista. Um enorme buraco abriu em frente ao segundo módulo de julgamento, justamente o qual abrigava dois jurados por quesito naquele ano. Antes disso, a escola já havia apresentado falha no tripé da comissão de frente, que desfilou com uma parte faltando e ferro aparente.

Os pequenos erros foram cruciais na apuração, mas não tiraram o brilho do grandioso desfile da escola, até hoje recordado por sambistas e torcedores da verde e rosa.

+ Confira a galeria de fotos

Mangueira. Foto: Jeanine Gall
Mangueira. Foto: Jeanine Gall










Comentários

 




    gl