Nem todas as quadras são contempladas com a autorização de reabertura da Prefeitura do Rio

Disputa de samba na Viradouro. Foto: Divulgação

A Prefeitura do Rio autorizou, a partir de 1º de novembro, a reabertura das quadras das escolas de samba para eventos e atividades presenciais. O decreto do prefeito Marcelo Crivella, contudo, não contempla todas as agremiações do Grupo Especial.

Três escolas da elite carioca são de outros municípios e precisarão da liberação da respectiva prefeitura. É o caso da Viradouro, de Niterói; da Beija-Flor, de Nilópolis; e da Grande Rio, de Caxias.

As outras nove agremiações com sede no Rio poderão, a partir do mês que vem, realizar disputas de sambas, ensaios, feijoadas e shows, mas sem aglomeração e seguindo protocolos de prevenção, como cadeiras e mesas numeradas.

As escolas também terão de submeter as equipes a cursos de capacitação da Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses.










Comentários

 




    gl