Mayara Lima é a nova rainha de bateria do Paraíso do Tuiuti; assista

Mayara Lima. Foto: Reprodução/Instagram/Mayara Lima

Mayara Lima. Foto: Reprodução/Instagram/Mayara Lima

Décima primeira colocada no Grupo Especial do Carnaval de 2022, a escola de samba Paraíso do Tuiuti anunciou Mayara Lima como a nova rainha de bateria. O anúncio foi feito pelo presidente Renato Thor durante evento realizado na noite desta sexta-feira (13) na quadra da agremiação.

“Seja essa pessoa humilde e maravilhosa que você é. Continue com seu talento incansável porque o céu é o limite. Não é só você que está ganhando, quem também está ganhando é o Paraíso do Tuiuti”, disse o comandante da escola.

“Você sabe com quantos anos você chegou aqui nessa escola de samba com a sua mãe, Dona Márcia. Márcia, minha guerreira das antigas, minha parceira, isso aqui é mérito duplo”, completou Thor.

Mayara Lima é professora de dança - Reprodução/Instagram

A coroação acontece menos de um mês após Thay Magalhães, que ocupava o cargo até o último Carnaval, deixar o Paraíso do Tuiuti.

Acusada de ter comprado o cargo, Thay optou por deixar o posto. “Pra mim, já deu”, disse após o desfile. Ela desfilou como musa da Acadêmicos do Sossego, escola da Série Ouro. Ela iria se apresentar em São Paulo, na Império de Casa Verde, mas acabou desistindo porque o desfile aconteceu no mesmo dia.

Mayara Lima ganhou destaque nas redes sociais após um vídeo onde ela aparece mostrando sincronia com a bateria viralizar na internet. Sucesso no pré-Carnaval, ela desfilou como princesa de bateria.

Nascida em Cidade de Deus, bairro da zona oeste do Rio, Mayara Lima tem 24 anos, é casada com Renan Marins, vice-presidente da Unidos de São Cristovão e diretor de barracão da escola, e mãe de Arthur, de 3 anos. Ela desfila pela agremiação de São Cristóvão desde 2011 – onde já ocupou os postos de passista, musa, princesa e agora rainha.

Carnaval 2023

A noite também foi marcada pela apresentação para a comunidade de Rosa Magalhães e João Vitor Araújo como novos carnavalescos da Tuiuti.

Em 2022, Rosa retornou a Imperatriz Leopoldinense depois de 13 carnavais e levou para a Avenida uma homenagem a Arlindo Rodrigues, carnavalesco que levou a escola ao seu primeiro campeonato, em 1980. A agremiação terminou em décimo lugar na disputa. A professora é a maior detentora de títulos do Carnaval com sete conquistas na carreira.

João Vitor está de volta ao Paraíso após um ano. No último Carnaval, ele desenvolveu o enredo “O amor preto cura: Chica Xavier, a mãe baiana do Brasil” na Acadêmicos do Cubango, que acabou rebaixada para a Série Prata.

O artista é um dos mais talentosos carnavalescos da nova geração, com passagens por agremiações como Unidos de Padre Miguel, Unidos do Viradouro e Acadêmicos da Rocinha.

A Tuiuti foi a primeira a agremiação a desfilar pelo Grupo Especial do Rio no dia 23 de abril, sábado, com o enredo Ka ríba tí ÿe – Que nossos caminhos de abram, do carnavalesco Paulo Barros.

Leia também:

+ Prêmio SRzd Carnaval 2022: veja os vencedores do Grupo Especial

+ Conheça os vencedores do Prêmio SRzd Carnaval 2022 pela Série Ouro

Comentários

 




    gl