Tamborim estatístico: Mangueira aposta em tipo de enredo que já lhe deu títulos

Arte: SRzd

De olho no Carnaval 2024, o portal SRzd inicia sua cobertura dos desfiles das escolas de samba do próximo ano com uma série de reportagens e conteúdos especiais para você ficar por dentro do universo da folia carioca.

Em 2024, a Estação Primeira de Mangueira apresenta o enredo A negra voz do amanhã, desenvolvido pelos carnavalescos Annik Salmon e Guilherme Estevão. A escola disputa o Grupo Especial carioca, quando será a 4ª a desfilar na segunda-feira, dia 12 de fevereiro.

A mais popular das escolas de samba do país aposta numa homenagem em seu desfile do próximo ano. E muito merecida. Vai cantar a vida e a obra de Alcione na Avenida.

Além da adequação de reverenciar uma artista tão identificada com o verde e rosa, há ainda um aspecto animador para a imensa torcida mangueirense.

Ao longo das décadas, este tipo de enredo lhe rendeu muitos títulos; Monteiro Lobato (1967), Braguinha (1984), Dorival Caymmi (1986), Carlos Drumond de Andrade (1987), Chico Buarque (1998) e Maria Bethânia (2016).

TÍTULOS: 1932, 1933, 1934, 1940, 1949, 1950, 1954, 1960, 1961, 1967, 1968, 1973, 1984, 1984, 1986, 1987, 1998, 2002, 2016 e 2019

+ desempenho nos últimos seis Carnavais:

Comentários

 




    gl