Liesa organiza ciclo de debates para avaliar critérios de julgamento dos desfiles

Desfile Mangueira 2020. Foto: RioTur

A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) começa nesta quarta-feira (22), no plenário Prefeito Eduardo Paes, na Cidade do Samba, o ciclo de debates sobre os critérios de julgamento dos desfiles do Grupo Especial. As reuniões serão fechadas, sem cobertura jornalística, sendo que a imprensa terá uma exclusivamente sua para apresentar sugestões.

+ Saiba mais notícias da Liesa

A iniciativa prevê uma série de cinco encontros semanais reunindo, separadamente, carnavalescos, diretores de carnaval, e presidentes das escolas de Samba, além dos julgadores que atuaram no último desfile, no Carnaval 2020, e representantes da imprensa. O objetivo do ciclo de debates é promover a discussão sobre os critérios de julgamento dos desfiles, procurando adequá-los à evolução do espetáculo.

Os encontros serão dirigidos pelo presidente da Liesa, Jorge Perlingeiro, e o coordenador de julgadores, Júlio César Guimarães Sobreira. Eles apresentarão uma pauta de discussão, registrarão as sugestões apresentadas e consolidarão um documento final, que será submetido ao plenário da Liesa.

As propostas de mudanças aprovadas passarão a integrar o Manual de Julgadores para o Carnaval 2022. Posteriormente, elas serão consolidadas no Curso de Julgadores, segmentadas por quesitos e seus respectivos jurados.

“Nosso objetivo é estabelecer um julgamento cada vez mais democrático, justo e transparente, com a modernidade que o espetáculo exige”, afirmou Perlingeiro, confirmando que a Liesa pretende apresentar ao público as justificativas dos julgadores (das notas diferentes de 10) antes dos desfiles do Sábado das Campeãs, que acontecerá no dia 5 de março, no Sambódromo.

Veja a programação do ciclo de debates na Cidade do Samba:

Leia mais

+ Saiba qual é o samba favorito do público na final da Mocidade

+ Saiba qual é o samba favorito do público na final da Imperatriz

+ Saiba qual é o samba favorito do público na final do Paraíso do Tuiuti

Comentários

 




    gl