Escola de Mestre-Sala e Porta-Bandeira volta às aulas em maio em novo local

Alunos e instrutores da Escola com Manoel Dionísio. Foto: Diego Jenkins

Alunos e instrutores da Escola com Manoel Dionísio. Foto: Diego Jenkins

A Escola de Mestre-Sala e Porta-Bandeira Manoel Dionísio retorna com as suas atividades no primeiro sábado de maio, dia 5, a partir das 13h, no Centro de Artes Calouste Gulbenkian, na Praça XI, próximo ao Sambódromo. A parceria foi realizada na tarde desta terça-feira (3), através da Secretária de Cultura Nilcemar Nogueira.

Instrutores, membros da diretoria e até alguns alunos participaram do momento.

“Trouxemos três casais para uma apresentação à nossa secretária. Estamos muito felizes com essa conquista e ansiosos para retomar as aulas no novo espaço”, declarou Manoel Dionísio, fundador e presidente da Escola, que há 27 anos forma bailarinos na tradicional arte do Carnaval.

Os horários das aulas continuarão os mesmos: das 13h às 18h, todos os sábados. O Centro de Artes Calouste Gulbenkian fica na Rua Benedito Hipólito, 125, Praça Onze, no centro do Rio.

As inscrições de novos alunos acontecerão somente nos dias das aulas. E para isso é necessário levar um documento de identidade, duas fotos 3×4 e o valor de R$50 para a compra de duas camisas do uniforme.

Para menores de idade, também é preciso que o responsável leve o comprovante de matrícula da escola regular. As aulas são gratuitas.

Comentários




    gl