Ela merece! Evelyn Bastos vai receber Medalha Pedro Ernesto na Câmara do Rio

Evelyn Bastos, rainha de bateria da Mangueira, no desfile das campeãs. Foto: Leandro Milton/SRzd

A próxima sexta-feira (12) vai ser pra lá de especial para Evelyn Bastos, rainha de bateria da Mangueira. E dessa vez não será na quadra da verde e rosa ou na Sapucaí que a beldade vai marcar presença. Evelyn será homenageada na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro e receberá a Medalha Pedro Ernesto, maior Comenda que a cidade possui.

Nascida e moradora do morro da Mangueira, Evelyn Bastos é rainha de bateria da agremiação desde 2014. Filha da ex-majestade dos ritmistas Valéria Bastos, Evelyn começou em 1998 na Mangueira do Amanhã. Em 2013, foi eleita a Rainha do Carnaval do Rio. Ela também foi Musa do Caldeirão do Huck, da TV Globo, em 2012.

A rainha também é idealizadora do projeto SAC (Samba, Amor & Caridade), que assiste moradores de rua, e se destaca pelo forte posicionamento político em defesa das minorias. No Carnaval 2019, Evelyn encarnou a figura Esperança Garcia, uma negra escravizada que se tornou a primeira advogada do Piauí. Ela também se vestiu de Escrava Anastácia no ensaio técnico.

A entrega da Medalha à rainha será a partir das 18 horas, no plenário. A Câmara fica localizada no Palácio Pedro Ernesto, na Praça Floriano, s/n – Centro (RJ).

Rainha de bateria da Mangueira, Evelyn Bastos, no ensaio técnico 2019. Foto: Justin Scott Parr
Rainha de bateria da Mangueira, Evelyn Bastos, no ensaio técnico 2019. Foto: Justin Scott Parr

Comentários




    gl