Decisão da prefeitura faz governo estadual cancelar evento no Sambódromo

Wilson Witzel em visita ao Sambódromo da Marquês de Sapucaí. Foto: Agência Brasil

A decisão da Prefeitura em adiar a cessão do Sambódromo ao estado foi um balde de água fria nos planos do governador Wilson Witzel e do secretário de Cultura e Economia Criativa Ruan Lira. A dupla precisou cancelar o evento marcado para a tarde desta sexta-feira (8), no Sambódromo, que celebraria a nova gestão da Marquês de Sapucaí.

O encontro no Setor 11 teria como mote principal a assinatura do documento que sacramentaria a parceria entre município e estado, e transferiria o Sambódromo para o comando de Witzel e companhia. Em coletiva de imprensa, o governador falaria sobre os primeiros passos como novo gestor da Sapucaí e suas responsabilidades na realização da festa. Também havia a expectativa de que Witzel anunciasse algum apoio financeiro às agremiações.

Além dos representantes do governo, estariam presentes dirigentes da Liesa, Lierj, Liesb, AESM-Rio e Riotur. A celebração ainda contaria com apresentação das baterias de Mangueira e Viradouro, atuais campeã e vice do Carnaval carioca. Personalidades do mundo do samba, como Tia Surica e Monarco, também haviam confirmado presença.

Via nota oficial, Wilson Witzel disse “o governo do estado do Rio de Janeiro continua empenhado em viabilizar o Carnaval de 2020 e fará todos os esforços para auxiliar a Prefeitura da capital a efetuar as obras necessárias no Sambódromo”.

Ruan Lira afirmou que os “esforços e trabalho incessantes para fazer do Carnaval da cidade e do Estado do Rio de Janeiro uma festa inesquecível” permanecem, assim como todo planejamento para ajudar as agremiações da melhor forma possível.

Nota oficial do governador

O governo do estado do Rio de Janeiro continua empenhado em viabilizar o carnaval de 2020. Fará todos os esforços para auxiliar a Prefeitura da capital a efetuar as obras necessárias no Sambódromo. Aguardará as condições técnicas e legais que permitam fazer as adaptações exigidas pelo Ministério Público, no menor tempo possível, para evitar perdas ao turismo e à economia do estado e da cidade.

Nota oficial do secretário

A Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, vem, através desta, informar que a cerimônia para assinatura do termo de cessão do Sambódromo, a qual aconteceria nesta sexta-feira, 08 de novembro, na Marquês de Sapucaí, está adiada.

Nossos esforços e trabalho incessantes para fazer do Carnaval da cidade e do Estado do Rio de Janeiro uma festa inesquecível, no entanto, não estão postergados, pelo contrário. Reafirmamos o nosso empenho em buscar parcerias, cooperar com as entidades que representam esta grande festa e principalmente, com o povo do Rio de Janeiro que, através de sua alegria e amor faz do Carnaval uma grande celebração.

Seguiremos com nosso planejamento, ajudando no que for possível, as escolas de samba e àqueles que movimentam a cadeia produtiva do Carnaval e esperamos anunciar, dentro de muito breve, novidades em relação à festa.

Comentários




    gl