Concurso de samba da Viradouro via aplicativo já tem obra vencedora

Disputa de samba na Viradouro. Foto: Divulgação

A comissão julgadora escalada para avaliar as 14 obras inscritas no concurso promovido pela ala de compositores da Viradouro escolheu o samba de Maninho da Cuíca como vencedor da disputa. As inscrições foram feitas através de um grupo de Whatsapp e todas as etapas da eliminatórias aconteceram on-line, por conta da necessidade do isolamento social em tempos de prevenção da Covid-19. O tema das composições foi livre.

Maninho tem 74 anos e é bem conhecido pelos frequentadores da escola de Niterói. Ele integra a ala de compositores desde 1988. No concurso de samba-enredo para escolha da trilha sonora do desfile campeão de 2020, que teve como tema a história das ganhadeiras de Itapuã, Maninho, que é pai do cantor e compositor Tiee, assinou uma das composições finalistas, a que teve Claudio Mattos como primeiro nome da parceria.

Quando, após a pandemia, a quadra retomar as atividades, a obra de Maninho será cantada no palco e apresentada aos segmentos e torcedores.

Para ouvir o samba: http://unidosdoviradouro.com.br/samba-de-maninho-da-cuica/

Sou Viradouro e muito feliz porque
A minha vermelho e branco
Jamais deixou se abater
E já provou do vinho da vitória
Numa linda trajetória
Fez o mundo delirar e sonhar
Jamais descerrou o punho
Mesmo quando o infortúnio
Resolveu nos visitar

Já raiou a nova aurora
Outra página
Outra história
E se um dia eu chorei
Já esqueci
Entre os astros da Avenida
Nossa estrela tão querida
Pois se outra vez a luzir










Comentários

 




    gl