Claudinho, mestre-sala da Beija-Flor, se envolve em grave caso policial

Claudinho. Foto: Reprodução

Claudinho. Foto: Reprodução

Circulou  nas redes sociais, e nos grupos de Whatsapp, gravações de pessoas citando o envolvimento de Claudio de Souza, Claudinho, mestre-sala da Beija-Flor, par inseparável  de Selminha Sorriso no Carnaval, numa briga que teria ocorrido na madrugada de domingo (25), em Nilópolis. As versões mais propagadas são as que Claudinho teria sido abordado pelo investigador aposentado da Polícia Civil M. L. E.B., de 50 anos, para tratar de assunto de ordem pessoal. Os dois se desentenderam e partiram para luta corporal. O SRzd ouviu policiais civis que confirmaram o ocorrido.

A Polícia ainda não sabe quem sacou a arma primeiro, já que Claudinho é ex-bombeiro e, a exemplo do policial, também tem porte de armas. Para evitar que ela fosse disparada, Claudinho teria tentado tirá-la da mão do policial. Em seguida, se ouviu um disparo e, segundo versões das pessoas que estavam próximas, atingiu o pescoço do policial.

O investigador foi levado às pressas para o Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, onde o médicos teriam constatado que um projétil atingiu seu pescoço. Fora de perigo, segundo os médicos, há risco de tetraplegia.

Claudinho teria saído do local às pressas e ainda não foi localizado pela Polícia. A equipe do delegado Leandro Aquino já ouviu o policial, mas ainda não encontrou o mestre-sala para dar sua versão sobre o fato. A 57ª DP (Nilópolis) investiga o caso e vai intimar Claudinho a depor por suposto envolvimento em tentativa de homicídio.

Versão policial

“As investigações estão em andamento na 57ª DP (Nilópolis) para apurar crime de tentativa de homicídio ocorrido contra um policial civil aposentado, na noite de sábado (24/06), na Rua Alberto Teixeira da Cunha, Centro de Nilópolis. A vítima baleada foi socorrida e encaminhada ao Hospital Geral de Nova Iguaçu. A vítima já foi ouvida pelos agentes que buscam imagens e testemunhas que possam ajudar na apuração dos fatos”.

Biografia de Claudinho

No dia 4 de maio de maio de 1972, nascia no bairro do Estácio no Rio de Janeiro, Cláudio de Souza. Católico, devoto de São Jorge e Nossa Senhora Aparecida, músico, ícone do Carnaval, ele é o primeiro mestre-sala do G.R.E.S. Beija-Flor de Nilópolis.

Selminha Sorriso e Claudinho. Foto: Eduardo Hollanda
Selminha Sorriso e Claudinho. Foto: Eduardo Hollanda

Carinhosamente chamado por Claudinho, é casado, pai do Wallace, do Wendel, da Thaís, do Claudio Júnior e do Caio.

Sua história de amor com o Carnaval começou bem cedo, aos seis anos de idade, Claudinho era passista na Escola de Samba Unidos de São Carlos, com o lendário Zequinha.

Comentários




    gl