Em caso de vitória, chapa de oposição promete rigorosa auditoria nas contas do Salgueiro

André Vaz durante eleição no Salgueiro. Foto: Max Gomes/SRzd

André Vaz disputou eleição no Salgueiro em maio. Foto: Max Gomes/SRzd

Após a 25ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidir na última quarta-feira (16), por dois votos a um, a realização de uma nova eleição para a presidência da escola de samba Acadêmicos do Salgueiro, a chapa de oposição emitiu comunicado oficial.

No texto, enviado ao SRzd, foi apontado que de acordo com o Estatuto da agremiação, a presidente Regina Celi não poderia se candidatar para o quarto mandato e que , além disso, sua chapa tinha irregularidades em sua composição, uma vez que alguns dos sócios Beneméritos concorreram a vagas no Conselho Deliberativo, o que não é possível, já que são membros natos do Conselho devido seus cargos.

“Fizemos nossa candidatura cumprindo todas as regras estabelecidas pela comissão eleitoral e respeitando o estatuto da escola. Estivemos, desde o início, em uma campanha limpa, transparente e democrática e este é o modelo de gestão que teremos e queremos para nossa escola. O resultado do julgamento não é uma vitória só da Chapa 02, é uma grande vitória do salgueirense”, afirma André Vaz, representante da chapa recebeu 124 votos válidos no pleito.

Preocupado com a saúde financeira da vermelha e branca, Vaz anunciou que sua primeira medida caso se confirme a vitória, será uma rigorosa auditoria nas contas da escola.

André também assegura promessas feitas durante a campanha como a manutenção de todo o elenco já contratado pela agremiação.

Palco da quadra do Salgueiro. Foto: Max Gomes
Palco da quadra do Salgueiro. Foto: Max Gomes

“Algumas pessoas ainda não entenderam que a proposta é melhorar ainda mais a escola e buscar o campeonato. O time que o Salgueiro tem hoje é um dos melhores, senão o melhor do Carnaval carioca, e ele será mantido. A única contratação será a do Quinho que fará dupla com o Emerson, o que consideramos uma dupla de sonhos para a escola, unindo o carisma dos dois e o potencial que ambos têm. Me preocupa essa disseminação de falsas notícias que visam apenas assustar e intimidar os salgueirenses”, completa.

Sobre as obras anunciadas para a reforma da quadra e barracão, André também é enfático.

“Já sabemos que o Salgueiro tem muitas dívidas. Temos que avaliar a real necessidade de todas essas obras para saber se elas serão feitas imediatamente. Temos parceiros que estão apenas esperando a definição judicial para entrar com força, nos ajudar a fazer o melhor Carnaval de todos os tempos e realizar os projetos que farão da nossa escola uma referência não só no Carnaval mas de cidadania também”, explicou.

A Chapa 02 aguarda a definição dos autos para saber quais medidas serão tomadas.

“Temos que respeitar a lei. Não se deve comemorar nada antes do resultado final. Por enquanto, continuamos trabalhando para que o Carnaval da escola não saia prejudicado. Seja qual for a decisão dos desembargadores, estaremos preparados”, finaliza.

Comentários




    gl