Chapa 02 rebate Regina Celi e divulga carta aberta sobre atual situação do Salgueiro

André Vaz durante eleição no Salgueiro. Foto: Max Gomes/SRzd

André Vaz disputou eleição no Salgueiro em maio. Foto: Max Gomes/SRzd

Após Regina Celi se pronunciar nesta quarta-feira (13) sobre a situação política do Salgueiro e ter afirmado continuar sendo a presidente eleita, nesta quinta (14), foi a vez de André Vaz da Chapa 02, seu rival nas eleições e no atual momento de imbróglio judicial, divulgar carta aberta que dá sua versão sobre os últimos acontecimentos. De acordo com André, Regina e a Chapa 01 sabem que não conseguirão se manter no poder e tentam apenas retardar o processo.

Leia a carta:

Amigos Salgueirenses,

O Salgueiro é nossa paixão e a nossa raiz.

Assim, não podemos permitir que a grande família Salgueirense fique sem saber a verdade sobre o destino do comando da Escola.

Certos de que o Estatuto da Escola consagra as saudáveis e necessárias renovação e alternância de poder, buscamos, inicialmente, junto à Comissão Eleitoral da Agremiação, a impugnação da Chapa encabeçada pela Sra. Regina Celi.

Isso porque, o Estatuto da Escola não permite sucessivas reeleições para o cargo de Presidente do Salgueiro e veda, da mesma forma, que sócios Beneméritos concorram a vagas transitórias do Conselho Deliberativo, visto que os Beneméritos já integram o Conselho Deliberativo como membros natos. Só assim, por expressa disposição do nosso Estatuto, poderão ser mantidos a paridade e o equilíbrio de forças, necessários ao processo democrático e ao fortalecimento dos poderes da Escola.

Como a Comissão Eleitoral omitiu-se no seu dever de rejeitar a inscrição da chapa liderada pela Sra. Regina Celi, fomos obrigados a movimentar a Justiça, na busca daquilo que é correto, justo e melhor para o destino da Escola.

Como não poderia deixar de ser, o Judiciário acolheu, em brilhante e justa decisão, o pedido que fizemos, considerando a chapa liderada pela Sra. Regina Celi, INELEGÍVEL.

Inconformada com a decisão proferida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, a Sra. Regina Celi, lançou mão de uma série de recursos, cujo objetivo, ao nosso ver, é de apenas manter-se no poder.

O primeiro deles, que tentava anular a decisão que a tornou INELEGÍVEL, apelidado de Questão de Ordem, foi rejeitado por unanimidade no Tribunal de Justiça.

O segundo deles, que tratava da eleição ocorrida no dia 06 de maio passado, perdeu seu objeto, em vista da primeira decisão, que considerou a referida chapa INELEGÍVEL.

Há ainda um terceiro recurso que repete as razões da Questão de Ordem, ainda não julgado, mas que, pelo encaminhamento das outras decisões, acreditamos que terá o mesmo destino dos recursos anteriores, a rejeição.

Dessa forma, o comportamento da chapa adversária parece ser o de querer retardar o cumprimento da decisão judicial que tornou a Sra. Regina Celi e os membros da sua chapa INELEGÍVEIS.

Muito melhor para o Salgueiro e para a família Salgueirense seria que, diante da decisão judicial, a Sra. Regina Celi concordasse em fazer a transição para os únicos aptos e legítimos concorrentes inscritos para a eleição do último dia 06 de maio.

Enquanto isso não acontece, a Escola vem sendo dirigida por aqueles que sabem, em seu íntimo, que não podem continuar a conduzir os destinos da Escola que tanto amamos.

Acredito que a Justiça, em breve, irá se posicionar em relação à continuidade ilegítima de poder que exerce a Sra. Regina Celi, aplicando aquela que é a regra que rege a família Salgueirense, a vontade pré-estabelecida no seu Estatuto Social.

Queremos estar junto a vocês para, democraticamente, levar o Salgueiro ao topo, às vitórias e às conquistas que nossa família e o samba merecem.

Saudações Salgueirenses,

ANDRÉ VAZ
CHAPA SALGUEIRO MINHA PAIXÃO MINHA RAIZ

Relembre o caso da eleição no Salgueiro:

Regina Celi é reeleita presidente do Salgueiro

Justiça torna presidente Regina Celi do Salgueiro inelegível, diz jornal

Justiça decide por nova eleição no Salgueiro

Em caso de vitória, chapa de oposição promete rigorosa auditoria nas contas do Salgueiro

Emerson Dias sobre situação do Salgueiro: ‘Imbróglio jurídico não terá impacto grande’

Vice da chapa de Regina Celi no Salgueiro se pronuncia e defende novas eleições

Comentários




    gl