Castanheira justifica decisão da Liesa: ‘Lutando para fazer algo alternativo em 2021’

Jorge Castaneira em Assembleia Geral da Liesa (10/07/19). Foto: Henrique Matos

Ao final da plenária entre a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) e as 12 agremiações do Grupo Especial da última quinta-feira (24), o presidente da entidade, Jorge Castanheira, falou sobre a decisão de cancelar os desfiles de fevereiro. Para ele, o objetivo agora é planejar algo para que o Carnaval não passe em branco ano que vem.

+ Salto pro futuro! Alternativas de reinvenção do Carnaval para pôr fim à ‘era fax’, por Jorge Renato Ramos

+ Gabriel David diz que é importante desfiles não terem data agora e avisa: ‘Vai ter coisa nova saindo sobre Carnaval’

“Discutimos a possibilidade de um adiamento e de uma solução alternativa, algo que venha, no momento certo, com segurança, contribuir com a cidade do Rio. Em fevereiro, não temos condição. Mas vamos continuar lutando e pensando em projetos onde as escolas possam fazer algo alternativo ainda em 2021”, afirmou.

Questionado sobre quando as escolas vão decidir o que fazer e o que pode ser feito, Castanheira afirmou que tudo depende da tão sonhada vacina contra a Covid-19.

Plenária da Liesa do dia 24 de setembro de 2020. Foto: SRzd

“Como a ciência tem evoluído, nós temos que aguardar os próximos meses para ver se teremos uma vacina e quando teremos. Estamos tentando um adiamento com bom senso e aguardando posicionamento das autoridades, para ver o que podemos fazer em 2021 e projetando já 2022”, disse.

Para justificar a decisão do adiamento dos desfiles e a tentativa de um evento alternativo ano que vem, o presidente da Liesa lembrou dos tantos profissionais que dependem da festa.

“Queremos permitir que as pessoas que dependam do lazer, da parte econômica e cultural do espetáculo tenham isso. Nada impede que mais pra frente a gente consiga encontrar soluções junto ao poder público para fazer alguma coisa”, concluiu.

Desfile da Viradouro de 2020; escola foi a campeã do Carnaval. Foto: Riotur










Comentários

 




    gl