Beija-Flor pede grande samba aos compositores, com letra popular e sem tom de lamento

Dudu Azevedo fala aos compositores da Beija-Flor. Foto: João Carlos Martins/SRzd

Um samba com padrão Beija-Flor de qualidade. É esse o desejo da azul e branca de Nilópolis para embalar o desfile da escola no Carnaval 2020. Na última segunda-feira (10), em bate-papo com os compositores durante o lançamento da sinopse, o diretor de Carnaval da agremiação, Dudu Azevedo, fez um pedido aos poetas: que eles se inspirem para fazer um excelente samba e que a obra seja de fácil assimilação por parte do público.

“A letra que a gente espera é que seja popular e de fácil entendimento. Estamos numa fase de muita dissertação de palavras difíceis. Atualmente, o jurado acaba tirando ponto quando se tem uma expressão muito difícil”, pontuou Dudu.

+ Leia a sinopse da Beija-Flor para o Carnaval 2020

A vontade por uma obra mais popular, que caia na boca do povo, não anula o fato da escola querer, em primeiro lugar, um samba de qualidade, que garanta a nota máxima na apuração. Um outro pedido feito pelo diretor de Carnaval foi que a melodia não traga lamentação.

“A característica da Beija-Flor é de grandes sambas. Nós vemos por aí muita melodia dolente, gostosa, mas não queremos lamento, porque nosso tema não traz isso, além de samba nos remeter à alegria. Mas também nada de samba ‘oba-oba’, que fuja das características da escola.”

Após o décimo primeiro lugar em 2019, com uma obra que não caiu nas graças do público e da comunidade, a Beija-Flor sabe que uma composição inspirada pode facilitar seu caminho de volta às primeiras posições. Em 2018, o campeonato da azul e branca teve como ponto alto seu samba-enredo, que proporcionou um arrastão ao final da apresentação da escola na Sapucaí.

“Hoje, a gente pode falar que o samba pode ser 80% de um desfile. Num bate papo que tive com Louzada e Cid, chegamos a conclusão que, às vezes, o quesito conjunto, que não é mais julgado, se dá em cima de um grande desfile e um grande samba. O jurado ainda pode ser influenciado por isso”, disse Dudu.

Para o Carnaval 2020, a Beija-Flor busca uma obra para dar vida ao enredo “Se essa rua fosse minha”, tema dos carnavalescos Alexandre Louzada e Cid Carvalho.

Comentários




    gl