Alcione e Roberta Sá vão desfilar pela Portela em homenagem a Clara Nunes

Roberta Sá, Alcione e Luis Carlos Magalhães. Foto: Leo Cordeiro/Divulgação

Um emocionante e histórico tributo a Clara Nunes. Assim pode ser definida a Feijoada de Família Portelense de fevereiro, que reuniu mais de quatro mil pessoas no último sábado (2), na quadra da Portela. Tema do enredo de 2019, a Guerreira foi homenageada em grande estilo por Alcione e Roberta Sá, que foram convidadas a desfilar pela agremiação, no próximo Carnaval.

Grande amiga de Clara Nunes, a mangueirense Alcione roubou a cena ao surgir com uma bata com a foto da saudosa artista. Levada ao palco por Monarco, a Marrom exaltou a escolha do enredo da Portela e fez questão de elogiar o samba-enredo. “Não conheço os compositores, mas quero dizer que eles foram muito felizes. O samba começa com Clara se apresentando e dizendo: ‘Axé, sou eu’. É muito forte”, destacou.

Após lembrar sucessos do repertório de Clara como “Canto das Três Raças”, “Sem Companhia” e “À Flor da Pele”, Alcione, emocionada, surpreendeu ao cantar o samba-enredo inteiro da Portela ao lado do intérprete Nil, um dos auxiliares de Gilsinho, para delírio da multidão. Em seguida, foi convidada a desfilar pelo presidente Luis Carlos Magalhães. “Eu não sou maluca de ficar fora de um desfile desses”, revelou.

Monarco e Alcione. Foto: Leo Cordeiro/Divulgação

Outra protagonista da festa, a cantora Roberta Sá, com um belo figurino que lembrava Clara, também brilhou ao relembrar clássicos como “Galocantô”, “Peixe com Coco” e “A Deusa dos Orixás”, todos eternizados pela Guerreira. Ovacionada pelo público, Roberta, que será uma das atrações do Camarote Portela na Sapucaí, também confirmou presença no desfile, após ser convidada pelo presidente.

A lista de participações especiais no palco teve, ainda, a cantora Juliana Diniz, neta de Monarco, e os grupos Tempero Carioca e Herdeiras do Samba, com Geisa Ketti, Selma Candeia, Monica Trepte, Eliane Duarte e Andréa Moreira.

Outro destaque da Feijoada foi o relançamento da biografia “Clara Nunes, Guerreira da Utopia” (editora Agir), do jornalista Vagner Fernandes. Considerado uma das maiores autoridades do Brasil em Clara, ele recebeu diversos amigos, personalidades e fãs da cantora durante a sessão de autógrafos.

Luis Carlos Magalhães e Roberta Sá. Foto: Leo Cordeiro/Divulgação

O comentarista de carnaval Milton Cunha, a atriz Mariana Ximenes e o músico Carlinhos Sete Cordas marcaram presença no evento, que foi encerrado com show com bateria da Portela, passistas, casal de mestre-sala e porta-bandeira e a rainha Bianca Monteiro

Terceira agremiação a entrar na Avenida, na Segunda-feira de Carnaval, a Portela apresentará o enredo “Na Madureira Moderníssima, Hei Sempre de Ouvir Cantar uma Sabiá”, desenvolvido pela carnavalesca Rosa Magalhães.

Alcione junto da biografia de Clara Nunes. Foto: Leo Cordeiro/Divulgação

Comentários




    gl