Conheça o enredo do GRESV Dragões Lendários para o Carnaval Virtual 2019

O GRESV Dragões Lendários lançou no dia 03/01 seu enredo para o Carnaval Virtual 2019, a escola definiu o enredo “Traçando sonhos, ilustrando a realidade” que falará da história do Desenho e da pintura.

TRAÇANDO SONHOS, ILUSTRANDO A REALIDADE

“Guarda esse caderno e esses lápis menino, e vai dormir”. Assim que minha mãe me botava para dormir todos os dias.
Eu até largava os lápis, mas os desenhos não saiam da minha cabeça. Era só fechar os olhos que Morfeu e as musas inspiradoras me levavam para o mundo colorido que eu queria que fosse real…

Havia noites que eu me juntava aos homens das cavernas para pintar com carvão as cenas do dia a dia. Junto da gordura dos animais que queimavam no fogo, se formava uma grossa pasta que tingia as paredes das cavernas iluminadas apenas pelo crepitar das chamas. Elas chegaram até nós, nos intrigando com sua beleza simplória e enigmática.

E foi misturando resinas, minerais e derivados de animais que foram se criando os pigmentos que passaram a retratar tanto o real quanto o imaginário desses povos antigos. Materiais simples como ossos e galhos riscavam paredes e placas de argila, penas e pelos acariciavam as delicadas cerâmicas ou decoravam os palácios. Em meus sonhos eu ajudava essas obras se perpetuarem por toda a eternidade.

Por outras vezes me juntei aos escribas, que com seus traços simples passaram a contar histórias para a posteridade, seja cunhando pequenos tabletes de barro, entalhando as rochas de pirâmides, o deixando leves traços nos papiros e papéis de seda, ou mesmo dando cor à um simples pedaço de papel, seja contando lindas histórias de amor ou traçando os planos mais cruéis.

À medida que eu crescia, ficava cada vez mais ciente de como os artistas representavam com suas mãos e traços tanto cenas simples do seu dia a dia, expressavam seus anseios e desejos num mundo imaginário e buscavam ter contato com os céus em suas obras mais angelicais.

Foi assim que se decoraram palácios, representando os feitos heroicos dos soberanos, ou os templos com seus afrescos, uma manifestação muito usada particularmente na Europa Medieval. Na África e no Oriente, mãos criavam padrões fortes e imagens belas e leves sobre os tecidos que adornavam as belas damas destas civilizações, ou adornando diretamente a pele das pessoas, seja de maneira permanente, em henna ou em suas pinturas de guerra.

Nessas viagens eu acompanhei o renascimento das artes e das ciências, onde o divino foi perdendo espaço para o mundano, cada vez com mais realismo nos traços e dando vida à ideias geniais como as criações de Da Vinci e outros grandes mestres que brindaram o mundo ocidental com obras imortais.

Os traços dos lápis e pincéis foram se tornando cada vez mais acessíveis às pessoas comuns e se popularizando. Foi assim que ganharam as páginas dos livros e jornais, fazendo nascer as histórias em quadrinhos e mangás, que nos levavam a sonhar com um mundo de super-heróis e vilões, conquistando a admiração de muitas crianças como eu.

A arte se tornou pop, não só com Andy Wharol, mas com centenas de ilustradores que criaram imagens que se fixaram no imaginário popular. Ganhou também os muros e paredes dos edifícios onde artistas muitas vezes anônimos expõe sua arte que não se encaixa nos padrões daqueles que tentam dizer o que é ou não arte.

O mundo do samba foi o espaço onde minha arte encontrou seu lugar. Foi onde, ainda adolescente meus desenhos saíram das páginas dos cadernos das aulas de artes, se materializaram e ganharam vida. O passo seguinte foi sair da avenida para a telinha virtual, onde me juntei à grandes artistas que dão vida ao maior espetáculo da tela.

Ainda assim, com tantas mudanças com o passar do tempo o traço, seja no papel seja nas telas digitais, sobrevive da chama que arde no coração de cada artista e que jamais deve perder a pureza e a empolgação de uma pequena criança que se deslumbra ao ganhar os primeiros gizes de cera.

É isso que a Dragões Lendários espera que aconteça neste espetáculo virtual, despertar em cada um dos espectadores e foliões, os sentimentos de paixão que muitas vezes surgem ao vermos um pequeno e simples desenho traçado com a delicadeza e singeleza das mãos do artista.

PESQUISA: MARLENE MARTIMIANO
TEXTO: ISAC FERREIRA

 

REGRAS DA ELIMINATÓRIA GRESV DRAGÕES LENDÁRIOS 2019:

– Os sambas podem ser feitos em parceira (sem limite de compositores) ou solo.

– Não é necessário que as gravações sejam feitas com acompanhamento de instrumentos musicais, porém, recomendamos que os compositores deem atenção especial, além da letra, também a melodia de seus sambas-enredo. Quanto mais definida ela ficar, mais fácil avaliar o samba de vocês.

– Entregar letra e áudio (de preferência MP3, e com duas passadas do samba), para [email protected] Não é necessário que se entregue o áudio e a letra juntos, mas recomendamos não deixarem para entregar em cima do prazo, já que terão menos tempo para serem avaliados e caso aconteça algum contratempo, não conseguirão finalizar o envio do material a tempo de participar da disputa.

– Prazo de entrega: 28/02/19 (Quinta-feira) até 23:59hs. (Pode sofrer alteração, já que não temos ainda definidas as datas da maratona de finais de sambas enredo. Caso a maratona comece antes dessa data, alteraremos o prazo. Começando após, ela permanecerá a mesma).

– A diretoria da GRESV Dragões Lendários se reserva ao direito de fazer pequenas mudanças na letra e/ou melodia do samba campeão, visando uma melhor adequação ao enredo proposto pela escola, se assim julgar necessário.

– Não faremos nenhum tipo de exigência quanto ao samba. Queremos que os compositores se sintam à vontade para criar suas obras como bem entenderem, claro, seguindo o enredo proposto.

Desde já, desejamos boa sorte à todos. Abusem da criatividade.

VICTOR FERNANDES
(Presidente da GRESV Dragões Lendários)

Comentários




mais notícias

    gl