Um descanso na folia: Trirriense e a sua história

O período de Carnaval já passou (apesar de ainda haver desfiles de escolas de samba em algumas cidades), mas nós da União da Escola de Samba de Maquete (UESM) nesse período de reclusão voluntária como combate ao Covid-19 (Corona Virus), resolvemos criar um convite a vocês, nossos leitores a ficar em casa curtindo a nossa liga. Trata-se na nossa nova coluna “Um Cinema, um descanso e um desfile”, em que os presidentes criam as suas listas favorita para mostrar os desfiles que já passaram na UESM. Vamos conferir?

O nosso Segundo convidado da coluna é o presidente da Império Trirriense Lucas Almeida que participa da UESM desde 2018, indo para a sua estréia no Grupo Especial da UESM, listou os seus três desfiles históricos e emocionantes.

A fé que move o Mundo: Império Trirriense

O primeiro desfile escolhido foi o desfile da GRESM Imperio Trirriense . Escola situada em Três Rios – RJ, a azul e branco o trouxe para a avenida os caminhos que levam o ser humano de encontro a fé. A escolha do desfile embalado pelo Samba da Imperatriz Leopoldinense em 2010, segundo Lucas se deu pelo fato de ser o “divisor de águas da escola, e que também mostra a diversidade cultural religiosa do nosso país. Também mostra que devemos respeitar a religião de cada um cultuando a nossa sem criticar o próximo.”
Vamos conferir como foi o desfile da Império Trirriense em 2019.

O doce sabor do Açaí: Eldorado do Japy

O segundo desfile escolhido por Lucas Almeida foi outra apresentação de 2019. Dessa vez de uma co-irmã que não está mais filiada a liga. A azul e rosa de São Paulo no seu segundo ano na liga, fez uma linda homenagem a uma das fritas mais saborosas: o Açaí. A Eldorado do Japy, em 2019, trouxe o samba da X-9 Paulistana para os desfiles e foi escolhida pelo presidente da trirriense graças a ser “um desfile diferente e que aborda como uma iguaria pode mexer tanto com a cultura quanto com a economia de uma região.”.
Agora, para vocês, o desfile da Eldorado do Japy em 2019.

Pimentas, chalaças velhas e bolorentas: Unidos do Tijucano.

O ultimo desfile escolhido pelo presidente da Império Trirriense foi o primeiro campeonato da amarelo ouro e azul pavão de Guaratinguetá. Escolher o desfile de 2018 da Unidos do Tijucano se deu graças ao fato de ser “um desfile memorável para a liga que serve de inspiração para muitos presidentes e carnavalescos do carnaval de maquete.” A agremiação de Guaratinguetá mostrou que o Teatro de Revista, foi e será sempre um marco na cultura do nosso país. Embalados pelo samba da São Clemente de 1978 (talvez o samba mais antigo usado até agora – Sem contar as reedições de Lendas das Sereias e Aquarela do Brasil), a agremiação mostra porque a melhor maneira de entender esta arte, é vivenciando-a..
Agora, para vocês, o desfile da Unidos do Tijucano em 2018.

E ai, gostaram da nossa lista? Quer participar? Envie para gente as suas sugestões. Quem sabe não entra aqui na nossa lista.

Saiba mais sobre o Carnaval de Maquete da UESM

Página oficial

Facebook

Youtube

Instagram

*em colaboração voluntária ao SRZD

Comentários




    gl