UESM na Mídia: Bastidores, onde tudo aconteceu.

Passado os desfiles das Escolas de Samba de Maquete da UESM, a euforia toma conta dos corações das escolas de samba. afinal de contas, quem será a grande campeã de 2019. 13 desfiles belíssimos invadiram as nossas escolas nesse final de semana, porém o que não se sabe são as histórias de bastidores. Então, nessa matéria contaremos a vocês todas as nossas histórias de bastidores em cada avenida ao longo do nosso país.

“Onde está? Diz ai?” Tem moinho ou não?

“O gigante moinho me viu e deu no pé”

O samba da União da Ilha de 2010 nunca fez tanto sentido como agora para a unidos do Tijucano de Guaratinguetá. A agremiação que contou o enredo “O Auto da Trupe de La Mancha” teve uma situação inusitada.  O engenheiro  e pai do carnavalesco, Antonio , é o responsável em ajudar a tirar do papel as alegorias mirabolantes que Nicolas cria, não mede esforços para ver todo o trabalho concluido. Porém, ele teimou com a equipe da Tijucano que tinham dois moinhos onde na verdade só tinha um. Gerando risos e gargalhadas em todo o barracão da agremiação.

 

 

 

Uma pausa… no almoço para gravar

” O orientador bateu na minha porta e eu… abri!”

Outra agremiação que está usando o seu desfile como trabalho de conclusão de curso é a Arco-Íris. A agremiação do Pará será tema do trabalho do presidente e carnavalesco Eduardo Wagner. A escola estava em reta final quando batem a porta dele.  Ao abrir, descobriu que era ninguém mais, ninguém menos do que o seu Orientador da tese de doutorado, Miguel Santa Brígida. O professor ficou encantado com a riqueza dos detalhes do desfile e fez fotos de cada momento do trabalho de gravação da escola, inclusive o momento que o carnavalesco para de almoçar para por o  trabalho da escola na avenida.

Ayu.. a meliante felina escondendo os componentes embaixo do corpo dela

“O sequestro relâmpago “

A Coxa Bamba não contava que passaria por momentos de tensão. A agremiação passou mal bocados com os seus gatos sequestradores. Sim… os gatos sequestraram os componentes. E quem narra isso para gente é o proprio presidente: “Uma das coisas engraçadas que aconteceram aqui foi envolvendo os gatinhos. Eu tive que deixar a luz na casa dos meus pais para poder fazer a Coxa Bamba da Rainha e um deles despistou entrou na minha casa e com a boquinha pegou alguns bonequinhos e levou para a casinha deles. Procurei os bonequinhos por muito tempo e quando encontrei um estava já todo sem roupinha embaixo da Ayumi que estava dormindo toda bonitinha como se estivesse abraçada ao bonequinho.”

O barracão da Acadêmicos da Fuzarca após ventanias

“Das cinzas volta, das cinzas vencer”

A Império Trirriense não contava com um incidente em uma das suas alegorias. A escola, em reta final de planejamento, pronta pra gravar, teve um problema com fogo e ele acabou destruindo em 40% da alegoria de numero 03 (Da Imigração, tradições do Oriente). A escola então mudou o seu planejamento para concluir o carro a tempo de gravar,

“Sopra o vento me faz sonhar, deixa o povo se emocionar”

A Acadêmicos da Fuzarca foi outra escola que não contava com a participação da natureza no seu desfile. Com o tema “Da divina semente ao doce sabor, chocolate a delícia que te conquistou”, a escola que tem o seu sambodromo no terraço da residencia sofreu com os fortes ventos que aconteciam na cidade naquela noite de domingo. Resultado: Sambódromo bagunçado e nada perdido.

 

 

Furacão Rafael passeando pela litoral

“O Furacão Rafael”

Diferente da Acadêmicos da Fuzarca que enfrentou ventos naturais, a Acadêmicos do Litoral enfrentou outro tipo de furacão: O “Furacão Rafael”. Com os prazos se esgotando, o barracão da Acadêmicos do Litoral começou a funcionar a todo vapor. Resultado: um descuido do carnavalesco e todas a peças, que são organizadas por caixinhas vieram ao chão fazendo a maior baguça. Nem “O menino das duas coroas” conseguiu se salvar dessa algazarra.

 

Depois dessas muitas histórias, só nos resta a aguardar a apuração, que acontecerá neste domingo, a partir das 13:00 no Site www.uesm.com.br e nas redes sociais.

Saiba mais sobre o Carnaval de Maquete da UESM

Página oficial

Facebook

Youtube

Instagram

*em colaboração voluntária ao SRzd

Comentários




    gl