Editorial: Nem tudo termina na quarta feira

Foto: Nobres Casais

“Que sedução
Parece um toque de magia
Nesta passarela sonho de quimera
Emoldurando a folia
Feito imortal
Essência de um gênio criador 
Monumento gigante menino
Receba esse hino que a Ponte mandou”

 

Que sedução! A passarela a cantar. A arquibancada lotada e os sonhos na pista a desfilar.
Um toque de magia! A essência de um genio criador para reproduzir a avenida tudo aquilo que a sua cabeça passa. Tudo o que foi desenhado e criado.

“(Eh baiana)
Do teu dez eu não duvido
Na avenida engalanada
Com sua saia rodada
Sempre vou contar contigo”

Nao só com o 10 da baiana, mas como o 10 do casal, o 10 da comissão e se por um acaso ele não vier, não vou me importar, pois a minha arte está aqui para ser apresentada e arrancar sorrisos de uma nação inteira.

(Vamos gente…)
Vamos gente é hora
De mostrar a ginga brasileira
Que através do tempo germinou”

A ginga brasileira através de coisas que não se mexem. Dar vida a semente da emoção e colocar o “boneco” na rua. Mostrando que independente do tamanho, o carnaval resiste e existe.

“E ao mundo inteiro encantou
E pra justificar um carnaval nota dez
Samba é amor e poesia nos pés
(Vou-me embora…)”

Esse mesmo samba que passa o ano inteiro com pistola de cola quente e blocos de isopor. Fitas de cetim e massa de biscuit. Bonecos de plástico, canetinhas de hidrocor e palitos de dente, amanha ganha forma, cor, voz e vez. Desfilando no menor Carnaval da tela.

“Vou-me embora
Até o ano que vem (bis)
No seu despertar exuberante estarei
Além da imaginação… muito além”

E quando a apuração chegar, o carnaval volta para o lugar dos sonhos. O lugar das idealizações e onde tudo começa, afinal de contas, tudo se acaba numa quarta feira de cinzas e no dia seguinte já é a quinta feira, primeiro dia de 2020.

Oh sedução…”

Abrimos a última matéria desses temporada, com esse incrivel samba da Unidos da Ponte para agradecer. Agradecer a todos os que se envolveram até o dia de hoje para que os desfiles acontecessem. Seja você, sozinho ou em equipe. Seja você homem ou mulher. Seja criança ou idoso, não importa. A nossa questão é agradecer.

“Porém, nem tudo sao flores. Há dissabores”.  A Viradouro já sabia que isso poderia acontecer na nossa vida e na União das Escolas de Samba de Maquete. No início do carnaval, éramos 18 escolas. 8 no especial e 10 no acesso. Ao longo do processo, 5 co-irmãs deixaram a disputa. O regulamento foi visto e revisto várias vezes. Adaptado e readaptar para que, no final, quem não perdesse nada em qualidade seria o espectador. Porém, muita gente foi chegando a somar. E cada uma na sua função. Andando qui e ali para que a nossa liga pudesse crescer ainda mais e formar uma verdadeira União.

Vocês devem estar estranhando. Porque esse cabeludo engraçado, dançando na frente da Vinheta da UESM? Ele representa as diferenças. Você nao precisa ser uma gostosona ou um gostosão para pular o carnaval. Aqui você é livre para ser o que quiser e dar o seu melhor, afinal de contas, “o samba não tem preconceitos, brancos, negros, irmãos!”

 

Com o responsável da equipe de mídia só tenho a agradecer a cada presidente que, ao longo das últimas semanas colaborou árduamente para que as escolas fossem divulgadas. A cada coluna que ia ao ar, novos desafios e novas correções, novas fotos e novas solicitações. O conteúdo foi ficando cada vezmais intenso. As colunas “Só Um pedacinho” e “Chatfolia” ganhando cada vez mais sucesso, a “Resenha UESM” com nova roupagem e dando as mãos para novas colunas, como “UESM na Mìdia” e “Destrinchando Enredos”. Até o Instagram da liga sempre muito requisitado, muitos parceiros, muitas novidades.

 “A grande paixão que foi inspiração de um poeta é o enredo que emociona a velha-guarda lá na comissão de frente como a diretoria. Glória a quem trabalha o ano inteiro em mutirão” E já que a Unidos de Vila Isabel  decretou que as glórias são de quem trabalha o ano inteiro, vamos agradecer a todos os que fizeram desse carnaval da UESM uma realidade. Muitos aplausos aos queridos Lucas Almeida (Império Trirriense), Diogo Augusto (Eldorado do Japy) e Claudio Sampaio (Bafo do Tatu) que, magistralmente assumiram as colunas #Só um pedacinho e UESM na Midia e deram um show a parte como colunistas. Ao nosso WebMaker “Man” Thiago Mirandah  (Mocidade Recreio das Flores) que encantou nossos olhares com cada logo das colunas do nosso site, com cada vinheta e cada imagem, tanto na nossa página no facebook, no nosso instagram e no nosso site. Ao Thiago Laurentino (independente Suburbana) que colaborou muito, apesar do seu tempo ser escasso e fez muitas revisões de texto e de matérias. Posso dizer hoje que estou com uma equipe que vale ouro. Obrigado a vocês, meninos.

Muito obrigado aos Cordenadores Marco Antonio, Fernando Soares, Thiago Tapajós, Romulo Avelar e aos Queridos Nicolas Gonçalves e Eduardo Wagner que compuseram a coordenação geral, coordenação de desfiles e coordenação adjunta, coordenando os grupos especial, grupo A e Grupo B até o dia do desfile.

A apartir de hoje, estamos concentrados para os nossos desfiles que acontece amanha (06) e doimingo (07). Tudo dará ecrto, porque temos o carinho e o apoio de vocÊs, queridos leitores e acompanhantes da nossa página. O Show das escolas de samba de Maquete começam agora, mas as nossas colunas param por aqui. “Aplausos que o show vai terminar e me perdoe se eu chorar”

Com Carinho,

Raphael Khaleb

Coordenador de Mídia – UESM 2019.

 

Sambas Utilizados:
Unidos da Ponte 1985
Unidos do Viradouro 2007
Unidos de Vila Isabel 1984
Unidos do Porto da Pedra 2008

Comentários




    gl