Carlos Junior detona conflito de datas dos desfiles do Rio e SP: ‘Inconsequente’

Carlos Junior. Foto: SRzd – Fausto D'Império

Carlos Junior. Foto: SRzd – Fausto D’Império

Intérprete da Império de Casa Verde (São Paulo) e da Paraíso do Tuiuti (Rio de Janeiro), Carlos Junior criticou o conflito de datas dos desfiles do Grupo Especial de ambas as cidades. A nova programação foi oficializada após os prefeitos da capital fluminense, Eduardo Paes (PSD), e da capital paulista, Ricardo Nunes (MDB), tomarem a decisão conjunta de adiar as apresentações das agremiações para o feriado de Tiradentes, em 21 de abril.

No sábado (22), a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, a Liesa, definiu que os tradicionais desfiles que ocorriam no domingo e na segunda-feira de Carnaval, agora passaram para sexta e sábado, dias 22 e 23 de abril, respectivamente. Horas depois, a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo informou que as apresentações das suas afiliadas vão acontecer também na sexta-feira e no sábado – a entidade destacou que as escolas paulistas desfilam nesses dias desde 2000.

+ Liga-SP divulga novo calendário dos desfiles 2022

Em postagem no seu Instagram, Carlos Junior disse estar “torcendo” que o calendário divulgado pela Liga-SP “seja fake”. “As escolas de samba de São Paulo estão perdidas, falando em particular sendo até egoísta, além de me prejudicar imensamente, pois desfilo sábado, primeira escola no Rio, e última aqui [em São Paulo], mostra uma falta de estratégia, planejamento, liderança e desrespeito a mim e alguns colegas de trabalho”, desabafou o cantor.

“Deixo aqui meu repúdio e minha manifestação contra essa agenda absurda que foi divulgada hoje. Um Carnaval que inicia desfiles dia 16 de abril, aí paralisa por alguns dias e volta dias após, isso no mesmo dia da agenda do Rio de Janeiro, que já estava anunciada a uma semana, é simplesmente inconsequente. Estamos num ano atípico, então a fala de que foi uma decisão que respeita 20 anos não cabe. Sem mais”, escreveu em outro trecho.

Leia na íntegra:

Em seguida, o sambista fez um outro desabafo, desta vez, no Facebook. Confira:

Sobre Carlos Junior

Vencedor do Prêmio SRzd Carnaval SP 2020 na categoria de melhor ala musical do Grupo Especial paulistano, Carlos Junior tornou-se voz oficial da Camisa Verde e Branco em 2000. Ele atuou pela Mancha Verde (2003) Vai-Vai (2008 e 2009). Pela Império de Casa Verde, possui uma primeira passagem entre 2004 e 2007 e retornou para a escola em 2010. Agora, se prepara para fazer sua estreia no Rio de Janeiro, pela Paraíso do Tuiuti. O sambista também é compositor e possui participações em concursos de samba-enredo e gravações de projetos musicais.

Leia também:

+ Governador do Rio, Cláudio Castro: ‘Não fui eu quem adiou o Carnaval, foram as escolas!’

+ Presidente da Tatuapé cita crianças no Carnaval e destaca desfile no Dia de São Jorge

+ ‘Seremos resistência’: presidente da Imperatriz se posiciona sobre adiamento do Carnaval 2022

+ Mancha Verde diz ser contrária ao adiamento do Carnaval e crava a data do seu desfile

Comentários

 




    gl