Veja quem pode se vacinar nesta quarta em São Paulo, no Rio e em outros estados

Vacinação. Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Início da campanha de vacinação contra a Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus, para adolescentes, doses de reforço em idosos e exigência de passaporte de imunização para acesso a locais públicos marcam a campanha nesta quarta-feira (15) em capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Goiânia e Florianópolis.

A recomendação do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde é para que a campanha estendida a adolescentes comece nesta quarta-feira em todo o país. Contudo, alguns estados se adiantaram e iniciaram o processo antes do prazo.

A prefeitura da capital paulista garante que toda a rede estará funcionando, como postos de saúde, unidades básicas, megapostos, drive-thrus e farmácias parceiras.

Podem receber a primeira dose os adolescentes de 12 a 17 anos e adultos com mais de 18 anos que ainda não foram vacinados, além dos idosos com mais de 85 anos, dose de reforço, desde que tenham completado o esquema vacinal com segunda dose ou dose única há pelo menos seis meses.No caso dos adolescentes, é preciso atenção. Eles devem estar acompanhados dos pais ou responsável para receber a vacina.

“Caso o acompanhamento não seja possível, é preciso ir com um adulto e apresentar autorização assinada por um responsável. Além disso, os jovens também devem apresentar documentos de identificação pessoal e comprovante de residência, que pode ser em nome dos pais”, informa, em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo.

Rio de Janeiro

A capital fluminense vai retomar a vacinação de adolescentes após falta de doses. Agora, a partir desta quarta, será a vez de meninas de 14 anos serem imunizadas contra a Covid-19. A vacinação para adolescentes estava suspensa no município devido à falta de doses.

A prefeitura também vacina pessoas com 22 anos ou mais, gestantes, puérperas, lactantes e pessoas com deficiência com 12 anos ou mais. A preferência é que este grupo procure um posto de atendimento na parte da tarde.

A cidade do Rio de Janeiro começa a exigir nesta quarta-feira que cariocas e turistas apresentem o comprovante de vacinação contra a Covid-19 para entrar em locais de uso coletivo.

Segundo o prefeito Eduardo Paes, o “passaporte de vacinação” é uma “preparação para a abertura” do município.

Goiás

Goiânia começa a aplicar a terceira dose em idosos a partir de 70 anos, que receberam a segunda dose há seis meses, e em pessoas imunossuprimidas acima de 60 anos, que tomaram a segunda dose há mais de 28 dias.
A capital goiana também começa a vacinar nesta quarta-feira os jovens de 17 anos, além de adolescentes de 12 a 16 anos com deficiência, gestantes e puérperas.

“Para a primeira dose, é necessário apresentar um documento com foto, CPF e comprovante de endereço. Para segunda e terceira doses, é preciso apresentar o cartão de vacinação e um documento com foto”, alerta a prefeitura, em nota.

Ao todo, nove pontos de vacinação estarão disponíveis aos idosos e imunossuprimidos que se enquadram para receber a terceira dose, sete para aplicação de primeira dose para pessoas com idade acima de 18 anos, sem agendamento, e três locais para adolescentes de 12 a 16 anos, com a necessidade de agendamento pelo aplicativo ou site.

Minas Gerais

Os mineiros com 27 anos que moram em Belo Horizonte poderão completar a imunização, mas só os que tomaram a vacina da Coronavac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan.

Pela regra, o intervalo entre a aplicação das doses deve ser de 14 a 28 dias e a data no cartão deve estar marcada para até dia 22 de setembro. Os postos de vacinação desta idade estão disponíveis no portal da Prefeitura.

“Só poderão tomar a segunda dose no dia 15 setembro as pessoas de 27 anos cuja data do cartão de vacina esteja marcada para até o dia 22 de setembro”, frisa a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte.

A prefeitura explica que a segunda dose para quem tomou CoronaVac está sendo aplicada com mais antecedência devido a redução do prazo entre as doses que foi estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Santa Catarina

Com a chegada de mais imunizantes, a Prefeitura de Florianópolis, aplicará a primeira dose em adolescentes de 12 a 16 anos com comorbidades nesta quarta-feira. Além deste público, os adolescentes de 17 anos também poderão receber o imunizante. A vacinação ocorrerá nos pontos fixos de vacinação. Além deste público vacinado, a segunda dose será aplicada, exclusivamente no Floripa Shopping, das 8h às 18h.

Comentários

 




    gl