Transporte: 51 vans saem de circulação por irregularidades na Zona Oeste do Rio

Van é tirada de circulação na Zona Oeste do Rio. Foto: Divulgação

Van é tirada de circulação na Zona Oeste do Rio. Foto: Divulgação

Agentes da Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), removeram 46 vans – quatro piratas – e lacraram outras cinco entre segunda (10) e terça-feira (11). Ao todo, foram aplicadas 159 multas pelas equipes, que realizaram ações em diversos bairros com o objetivo de oferecer mais segurança na mobilidade dos usuários do transporte complementar, fiscalizar os serviços prestados e reprimir o transporte ilegal realizado por vans piratas.

Em Campo Grande, nesta terça-feira, os fiscais flagraram diversas irregularidades como van em mau estado de conservação, com a vistoria fora da validade, motorista executando o serviço sem autorização e condutor manuseando o celular ao volante. Em Padre Miguel, uma van transitava com a porta aberta, por isso, o permissionário foi multado. No Recreio dos Bandeirantes, uma van foi removida por falta de selo de vistoria.

Na segunda-feira, em Sulacap, fiscais multaram duas vans por estarem paradas em local proibido. Durante ação em Del Castilho, uma outra foi removida por mau estado de conservação.

As equipes também realizaram ações na Pavuna, Guadalupe, Santa Cruz,Taquara, Bangu, Santa Cruz, Parada de Lucas, Realengo, Madureira, Bonsucesso, Coelho Neto, Olaria, Paciência,Magalhães Bastos e Curicica. A coordenadoria também atua na ação de ordenamento urbano integrada pela Seop no Méier.

Durante as abordagens, os fiscais orientam os permissionários quanto à conduta na prestação do serviço de acordo com o código disciplinar que rege a categoria e Código de Trânsito Brasileiro (CTB). As operações ocorrem diariamente e são planejadas pela equipe com base em informações via 1746 e do setor de inteligência, obedecendo à especificidade de cada região.

Todos os utilitários rebocados são encaminhados aos depósitos do Recreio e São Cristóvão. A CETC destaca a importância da população no registro de denúncias, que são anônimas, e podem ser realizadas por meio da central 1746 em posse da placa, data, horário e local com o objetivo de auxiliar no planejamento das ações

Comentários




    gl