Categories: Brasil

Taxa de transmissão de Covid-19 no Brasil é a maior desde julho de 2020

O Imperial College de Londres atualizou hoje a taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil. O número, que era de 1,35 na semana passada, chegou a 1,78 nesta semana, o índice mais alto desde, pelo menos, julho de 2020.

Isso significa que cada 100 pessoas infectadas transmitem o vírus para outras 178. Pela margem de erro, ela pode ser maior – até 1,94 – ou menor – 1,61, onde 100 pessoas infectariam 194 ou 161 pessoas, respectivamente.

A taxa de transmissão é representada pelo sigla RT. Quando ela está acima de 1, significa que cada infectado representa risco para mais de uma pessoa.

Nesta terça-feira (25), o Brasil registrou um recorde também na média móvel de infecções: 157.060, a maior desde o início da pandemia. O total de novos casos registrados foi de 187.722, e 487 mortes.

Os casos de Covid-19 em acompanhamento mais que dobraram em uma semana. Segundo o Ministério da Saúde, há 1.761.197 casos da doença em acompanhamento no país. A expressão designa casos notificados nos últimos 14 dias em que os pacientes não tiveram alta, nem evoluíram para morte. Há uma semana, no dia 18, o total de pessoas nessa condição era menos da metade: 817.292 infectados.

Ainda há 3.110 óbitos em investigação, porque a definição da causa da morte demanda exames e procedimentos posteriores. Até o momento, 21.926.277 pessoas se recuperaram da covid-19, o que corresponde a 90,2% dos infectados desde o início da pandemia.

Nela, são consolidadas as informações enviadas por secretarias municipais e estaduais de saúde sobre casos e mortes associados à Covid-19.

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, o estado que registra mais mortes por covid-19 é São Paulo (156.778), seguido por Rio de Janeiro (69.700), Minas Gerais (56.976), Paraná (41.034) e Rio Grande do Sul (36.692).

Os estados com menos óbitos resultantes da doença são Acre (1.857), Amapá (2.041), Roraima (2.086), Tocantins (3.986) e Sergipe (6.077).

Vacinação

Até esta terça-feira (25), foram aplicados 348,7 milhões de doses de vacinas contra covid-19 no Brasil. Receberam a primeira dose 163,2 milhões de pessoas. A segunda, ou a dose única, foi aplicada em 150,5 milhões de pessoas e a dose de reforço, a 33,9 milhões.

Leia também:

+ Moro critica Lula, diz que Ciro quer circo e vê Bolsonaro sem compaixão

+ Covid-19: Queiroga diz que Brasil deve ter pico de contaminações e queda rápida

Redação SRzd

Recent Posts

  • Famosos

Youtuber é expulsa de carro por app ao solicitar que vidro do carro fosse fechado

A influenciadora digital Camila Loures passou por uma situação um tanto indelicada nesta quarta-feira (18) em São Paulo. O motorista…

7 horas ago
  • Televisão

Faustão representa 55% do faturamento da Band

Mesmo com a audiência longe dos tempos da Rede Globo, Fausto Silva segue um dos apresentadores mais prestigiados pelo mercado…

7 horas ago
  • Carnaval/RJ

Exu da Grande Rio, Damerson D’Alvaro assina com a Rede Globo

Após interpretar Exu no desfile campeão da Acadêmicos do Grande Rio e se tornar um dos grandes destaques do Carnaval…

7 horas ago
  • São Paulo

SP: Lula se casa pela terceira vez; agora com a socióloga Janja

O ex-presidente e pré-candidato do PT à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e Rosângela Silva, a Janja,…

8 horas ago
  • Famosos

Vizinha de Jade Picon expõe hábitos da ex-BBB e é criticada na web

Uma vizinha de Jade Picon viralizou nas redes sociais nesta quarta-feira (18) por revelar detalhes do convívio com a ex-BBB. Kim…

8 horas ago
  • Carnaval/RJ

Balanço 2022: Mais de 229 mil pessoas passaram pela Sapucaí; veja os detalhes

A frequência de público no sambódromo durante os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio este ano…

8 horas ago