SC: suspeito de matar mulher e bebê diz que ela era ótima mãe e esposa

Jéssica Mayara Ballock e filho. Foto: Reprodução do Instagram

Jéssica Mayara Ballock e filho. Foto: Reprodução do Instagram

O suspeito de matar mulher e filho, de apenas 3 meses, em Blumenau, no estado de Santa Catarina, disse em depoimento à Polícia Civil que Jéssica Mayara Ballock “era uma ótima mãe, uma ótima esposa, filha e neta” e que não tinha motivos para matá-la.

O relato é do delegado responsável pelo caso, Ronnie Esteves. O homem declarou, também, que matou o bebê porque ele dependia muito da mãe.


Leia também:

+ O que pensam os eleitores que moram em favelas sobre Lula e Bolsonaro?

+ OAB Nacional publica manifesto à nação em defesa da democracia


O investigado foi transferido na última sexta-feira (5) após ser preso em São Paulo, no final de julho, e levado para Blumenau.

Jéssica Mayara Ballock e Théo Pereira foram encontrados mortos dentro do apartamento em que moravam, a polícia foi chamada para ir até o local na manhã de 25 de julho e encontrou os corpos.

“Ele tinha a questão do vício, da droga. Chegou a parar quando o primeiro filho nasceu, sempre buscando atender a Jéssica”, afirmou o delegado.

Ele, a mulher e os dois filhos, o bebê e um menino de 1 ano e 10 meses, foram morar no apartamento onde aconteceu o crime após o nascimento do filho mais novo.

Após o duplo homicídio, ainda conforme o depoimento, ele foi até o banheiro e lavou as mãos, depois pegou o filho de 1 ano e fez uma mala para a criança, com roupas e alimentos. Na ocasião, disse à polícia que o menino estava dormindo e não viu a mãe e o irmão serem assassinados.

O homem também é investigado pela morte e ocultação de cadáver de outra mulher em Santa Catarina. Segundo a investigação, a vítima foi encontrada morta em uma área de mata em Gaspar, cidade vizinha de Blumenau, em abril deste ano. A polícia também informou que Pereira foi ouvido sobre a morte da vítima e que, inicialmente, negou envolvimento.

Comentários

 




    gl