Rio: PM que investigava milícias é morta com tiros de fuzil em frente de casa

Vaneza Lobão. Reprodução do Instagram

Rio de Janeiro. Uma policial militar, de 31 anos, foi assassinada a tiros na noite de sexta-feira (24), em frente à sua casa no bairro Santa Cruz, na Zona Norte do Rio. A cabo Vaneza Lobão investigava milícias e agora o caso está sendo apurado.

O crime aconteceu por volta das 21h30, quando a PM foi baleada com tiros de fuzil. Ela estava em seu veículo e foi atacada por criminosos encapuzados que ocupavam um carro preto.

Equipes do 27º BPM prenderam um miliciano no loteamento Madean, no mesmo bairro do crime, enquanto tentavam localizar os suspeitos pelo homicídio da policial. Uma arma foi apreendida.

A Secretaria de Estado de Polícia Militar informou ao Terra que Vaneza estava na corporação desde 2013, e era lotada na 8ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM). O Disque Denúncia oferece R$ 5 mil para quem denunciar o paradeiro dos envolvidos.

Em nota, a PM lamentou o ocorrido e informou que a 2ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) foi acionada ao local, assim como a Delegacia de Homicídios da Capital. O caso segue em investigação pelo DHC, que realiza diligências para apurar a autoria do crime e esclarecer os fatos.

Comentários

 




    gl