Prefeitos levam ao ministro Pazuello previsão de concluir vacinação de adultos até novembro

Eduardo Pazuello. Foto: Marcos Corrêa/PR/Agência Brasil

O conselho de secretários municipais trabalha com a previsão de concluir a vacinação de adultos até novembro. Em reunião nesta quinta-feira (14), prefeitos levarão ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, as informações que implicaram nessa estimativa. O relato foi publicado pelo jornal “Folha de São Paulo”.

Os prefeitos querem saber se o ministério trabalha com esse mesmo calendário. Também deve ser discutida a vacinação de crianças e da população com menos de 20 anos. Os testes das vacinas excluíram crianças e gestantes.

O Ministério da Saúde deverá lançar na próxima terça-feira (19), em um evento no Palácio do Planalto, o início da campanha de vacinação contra a Covid-19.

A data visa aproveitar a participação dos governadores de todo o Brasil que devem ir à Brasília para participar de uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro. Segundo o jornal “O Estado de São Paulo”, o evento, que deverá ter o slogan “Brasil imunizado, somos uma só nação”, ainda não confirmado.

De acordo com a reportagem, o assunto está sendo discutido pelo Ministério da Saúde e a ideia é que a cerimônia seja marcada pela vacinação de uma pessoa idosa e de um profissional de saúde. Vale lembrar que Bolsonaro já disse que não pretende ser vacinado contra o novo Coronavírus.

A cerimônia também terá o objetivo político de evitar que o governador João Doria protagonize a primeira imagem de alguém sendo vacinado no Brasil. O tucano marcou o dia 25 de janeiro para dar início à vacinação em São Paulo.

A definição de uma data pressionou o governo federal a correr para não ficar para trás e tentar evitar que Doria, adversário político de Bolsonaro, lucre politicamente com o episódio.

Nesta semana, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, disse que a vacinação por parte do governo federal terá início no “dia D e hora H”. Apesar de não ter citado uma data específica, Pazuello vem afirmando que a imunização começará antes do dia 20 de janeiro.

Leia também:

– ‘Ninguém receberá a vacina primeiro que Manaus’, diz Eduardo Pazuello

– João Doria irá à Justiça se Anvisa barrar a Coronavac










Comentários

 




    gl