MP informa ter indícios suficientes de ‘rachadinha’ no gabinete de Carlos Bolsonaro

Carlos_Bolsonaro. Foto: Roosevelt Pinheiro/Agência Brasil

O Ministério Público do Rio de Janeiro informou ao Poder Judiciário do estado ter encontrado “indícios suficientes” de desvio de dinheiro público, prática também conhecida como peculato, no gabinete do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) na Câmara Municipal fluminense.

A imputação se baseia na nomeação de funcionários fantasmas entre os anos de 2001 e 2019. Segundo o MP, que pediu as quebras de sigilo bancário e fiscal de Carlos e de mais de 20 ex-assessores, as informações podem configurar, além de desvio, a apropriação indevida de recursos.

Sobre o caso, um dos filhos do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), Carlos negou que tenha cometido qualquer ilegalidade: “Na falta de fatos novos, requentam os velhos que obviamente não chegaram a lugar nenhum e trocam a embalagem para empurrar adiante a narrativa. Aos perdedores, frustrados por não ser o que sempre foram, restou apenas manipular e mentir. É o que mais acusam e o que mais fazem”.

Após analisar os dados apresentados pelo MP, o juiz Marcello Rubioli, da 1ª Vara Criminal Especializada do TJ-RJ, o Tribunal de Justiça do Rio), escreveu que “os elementos de informação coligidos aos autos – mais notadamente quando se atenta ao vasto acervo de documentos que acompanham o expediente investigatório – apontam para a existência de fortes indícios da prática de crime de lavagem de capitais”, e acrescentou que “da leitura dos autos do procedimento declinado, apura-se, facilmente, que se encontram presentes indícios rotundos de atividade criminosa em regime organizado para prática de crimes”. O magistrado afirma também que “Carlos Nantes é citado diretamente como o chefe da organização”.

+ MG: governador afirma que estado pode ficar sem energia ‘a qualquer momento’

+ DF: justiça solta garoto de programa conhecido como ‘Hulkinho’

+ Filho revela vício de Arlindo Cruz

+ MTST ocupa a Bolsa de Valores em SP

+ Janaina Pachoal sai em defesa da Prevent Senior

+ SP: vídeo mostra advogado agredindo ex-miss dentro de clube

+ Pesquisa mostra melhor desempenho de Lula no Nordeste; de Bolsonaro entre evangélicos

+ Mourão desmente fala de Bolsonaro na ONU sobre desmatamento: ‘Não pode negar’

+ Médico prevê catástrofe; Governo corta verba para produção de remédios contra o câncer

+ Curtinhas: E. Bolsonaro compara Tebet com deputada que pai disse que não estupraria

+ A Fazenda não emplaca e fica em 3º na RecordTV; veja a audiência de 22 de setembro

+ Clima: confira a previsão do tempo para esta sexta-feira (24)

+ Rita Lee reaparece após anuncio do câncer e lança música

+ Ingrid Guimarães deixa Globo e já tem novo contrato

+ Sonia Abrão lidera na RedeTV!; confira os números de 22 de setembro

Comentários

 




    gl