Pesquisa aponta que ‘prato feito’ brasileiro é bastante calórico

Prato feito. Foto: Reprodução

Prato feito. Foto: Reprodução

Uma pesquisa internacional destacou como a alimentação comum em alguns países podem ser bastante calóricas. Comandado pela Tufts University, o estudo avaliou pratos do Brasil, da China, da Finlândia, de Gana e da Índia. Pesquisa foi publicada no British Medical Journal.

No Brasil, a surpresa ficou no famoso prato feito, ou PF — como é popularmente chamado. O clássico prato com arroz, feijão, carne e salada (podendo ter, ou não acompanhamento) chega a ser, em média, 33% mais calórico do que um lanche de fast food.

Vale ressaltar que não foram medidos nutrientes dos alimentos. Sendo assim, a pesquisa não pôde afirmar se o PF é mais saudável, ou não, do que um lanche de fast food.

Ao todo, foram avaliadas as calorias de 223 pratos populares e de 111 refeições nos cinco países. Os pratos foram definidos aleatoriamente. Os locais escolhidos para a pesquisa foram: Ribeirão Perto, no Brasil; Pequim, na China; Kuopio, na Finlândia; Acra, em Gana; e Bangalore, na Índia.

Comentários




mais notícias

    gl