Pazuello pede para sair do ministério alegando problemas de saúde

Eduardo Pazuello. Foto: Alan Santos/Presidência

O general Eduardo Pazuello deve deixar o comando do Ministério da Saúde nos próximos dias. Segundo interlocutores do presidente Jair Bolsonaro ouvidos pelo jornal O Globo, Pazuello alegou que precisa de um tempo para se recuperar de problemas de saúde. Entre os nomes cotados para assumir o ministério estão os dos médicos cardiologistas Ludhmilla Abrahão Hajjar, professora associada da USP, e Marcelo Queiroga, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Comentários

 




    gl