Morre ex-presidente do Banco Central Affonso Celso Pastore aos 84 anos

Affonso Celso Pastore - Foto: Reprodução de vídeo/YouTube

Affonso Celso Pastore – Foto: Reprodução de vídeo/YouTube

Affonso Celso Pastore, economista e ex-presidente do Banco Central (BC), morreu nesta quarta-feira (21), em São Paulo. Aos 84 anos, ele estava internado no Hospital Albert Einstein desde o último final de semana, com problemas vasculares em uma das pernas.

Affonso Celso Pastore nasceu em 19 de junho de 1939, na cidade de São Paulo. O economista se dedicou, durante toda a carreira, à vida acadêmica, com dezenas de estudos e livros publicados.

Doutor em economia pela Universidade de São Paulo (USP), começou a carreira pública em 1966. Foi professor e secretário da Fazenda do Estado de São Paulo entre 1979 e 1983, na gestão Maluf. Presidiu o BC entre 1983 e 1985, no governo de João Figueiredo, durante a ditadura militar.

Com a ida de Delfim Neto para a Fazenda em 1967, Pastore passou a integrar o Ministério. Contabiliza passagem também pelos Institutos de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e de Pesquisas Econômicas (IPE) da USP.

A partir de 1993, passou a atuar também como consultor em economia ao fundar a A.C. Pastore Consultores e Associados junto de sua esposa, Maria Cristina Pinotti.

O corpo do economista, considerado como um dos mais respeitados do país, será velado no cemitério do Morumbi, entre as 13h e as 17h, e depois será cremado no crematório da Vila Alpina, na Zona Leste da capital paulista.

Comentários

 




    gl